Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

03 Novembro de 2009 | 23h30 - Actualizado em 05 Novembro de 2009 | 10h13

Yuri da Cunha canta em Budapeste

Hungria

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Yuri da Cunha esteve em grande no show de Budapeste

Foto: Angop

Budapeste (Do enviado especial) - O cantor e compositor angolano Yuri da Cunha  "aqueceu" à noite fria de Budapeste, durante um espectáculo inserido na tournée que realiza a convite do italiano Eros Ramazzotti.

 Num espectáculo presenciado por mais de 15 mil pessoas, o músico angolano, com muita espectacularidade, não defraudou a assistência que, animada, pedia a Yuri da Cunha para repetir as suas músicas.

A assistência, que foi para ver o italiano,  teve uma surpresa ao ver um cantor anónimo, que em 30 minutos conquistou Budapeste, fazendo vibrar o público com a sua dança.

Bem acompanhado pelas suas bailarinas, Yuri da Cunha mostrou um pouco da cultura de Angola, ao pedir aos húngaros cantarem em kimbundo.

Para além da música "Angolé", Yuri da Cunha cantou também "Miúda Lena", "Sabonete", "Makumba", tendo terminado a sua actuação com "Kuma Kwa Kié", sendo bastante aplaudido.

Numa noite com dois graus centigrados de temperatura, o "show man" encantou o público com a dança do "Milindro" , que tem sido a sua marca de referência, dando alguns toques de "Kú-duro".

Nesta digressão, o cantor está a ser acompanhado pelos instrumentistas Dinho Silva (bateria), Joãozinho Morgado (congas), Tavinho (teclas), Nelas do Som (guitarra), Chiemba (baixo), Chalana Dantas (percussão), Ximbinha Mamede (guitarrista), os coristas Faustudo e Nelma e as bailarinas Filomena e Bela.

No final, a assistência, cada vez mais familiarizada com o angolano, pediu bis da música do "Sabonete", pretenção a que Yuri da Cunha satisfez com muita energia. 

O autor de "Ta Doer", que se encontra em tournée pela Europa a convite da empresa angolana promotora de eventos "Xiiks" e da italiana "Trident", com objectivo de lançar a sua carreira a nível internacional, tem marcado ainda alguns espectáculos em alguns países desse continente. 

Depois, da actuação do angolano, subiu ao palco Eros Ramazzotti, que, com os seus sucessos do passado e alguns do seus mais recentes discos "Ali e Radici", fez delirar a plateia durante duas horas.

Assuntos Província » Luanda  

Leia também
  • 25/01/2019 17:08:47

    Artistas alemãs em Angola para troca de experiências

    Luanda - Uma comitiva composta por 13 artistas, entre actores, directores e técnicos da área de teatro, estão desde hoje, sexta-feira, em Luanda, para troca de experiência e intercâmbio cultural com fazedores de artes angolanos.

  • 25/01/2019 16:42:33

    Governo de Luanda institui prémios de cultura e arte

    Luanda - O governador da capital do país, Sérgio Luther Rescova, determinou por via de um despacho tornado público hoje, sexta-feira, instituir e convocar os prémios "Luanda" nas categorias de teatro, literatura, dança, artes plásticas e canção, a partir desse ano.

  • 24/01/2019 15:31:21

    Munícipes de Icolo e Bengo beneficiam de formação artística

    Icolo e Bengo - Duzentos e 50 munícipes, dos cinco aos 22 anos de idade, do município de Icolo e Bengo, em Luanda, beneficiam de formação em artes plásticas, teatro e dança no Centro cultural Agostinho Neto, em Catete.

  • 11/01/2019 12:55:56

    Psico-pedagogo lança "A gestão democrática da escola pública em Angola"

    Luanda - Uma obra científica, com o título "A gestão democrática da escola pública em Angola", do psico-pedagogo Ngangula Miguel de Sousa será lançada, no dia 26 de Janeiro, no Parque da Independência, em Luanda.