Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

27 Abril de 2010 | 07h20 - Actualizado em 27 Abril de 2010 | 10h47

Centro Cultural Kilamba assinala dia do trabalhador com actividade musical

Música

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Centro Cultural e Recreativo KIlamba promove actividade em torno do Dia Internacional do Trabalhador

Foto: aNGOP

Luanda - O Centro Cultural e Recreativo Kilamba, em Luanda, assinala, neste sábado, o Dia Internacional do Trabalhador com a realização de uma actividade músico-recreativa, segundo anunciou hoje o seu responsável, Estêvão Costa.

Denominada "Farra do Trabalhador", o evento, de acordo com a fonte da Angop, é uma forma de se recordar os velhos tempos quando os trabalhadores angolanos se reuniam para celebrar o 1º de Maio.

"Recordar as farras que se davam no Maria das Escrequenhas, actualmente Kilamba, por altura do 1º de Maio, é o principal objectivo desta actividade em que pretendemos mostrar aos trabalhadores angolanos que ainda se podem fazer festas como aquelas. É uma festa na qual estará garantida muita música e animação", reforçou.

É uma farra do trabalhador, porque, acrescentou a fonte, servirá para juntar todos aqueles que, com o seu labor, têm contribuído para o engrandecimento do país, participando activamente no processo de construção e reconstrução.

Avançou que, por se tratar de uma data especial, o Kilamba, como um espaço de recordação da cultura e da tradição, não podia e não pode ficar à margem deste grande acontecimento na vida dos trabalhadores. 

O Dia Mundial do Trabalho foi criado em 1889, por um Congresso Socialista realizado em Paris (França). A data foi escolhida em homenagem à greve geral, que aconteceu a 1 de Maio de 1886, em Chicago, o principal centro industrial dos Estados Unidos naquela época.

Milhares de trabalhadores foram às ruas para protestar contra as condições de trabalho desumanas a que eram submetidos e exigir a redução da jornada de trabalho de 13 para 8 horas diárias. Naquele dia, manifestações, passeatas, piquetes e discursos movimentaram a cidade. Mas a repressão ao movimento foi dura: houve prisões, feridos e até mesmo mortos nos confrontos entre os

operários e a polícia.

Em memória dos mártires de Chicago, das reivindicações operárias que nesta cidade se desenvolveram em 1886 e por tudo o que esse dia significou na luta dos trabalhadores pelos seus direitos, servindo de exemplo para o mundo todo, o dia 1º de Maio foi instituído como o Dia Mundial do Trabalho.

O Centro Cultural e Recreativo Kilamba, antigo Maria das Escrequenhas, tem em agenda vários programas, entre os quais "Farra ao Antigamente", ''Show à sexta-feira", "Musongué da Tradição" e o tradicional "Caldo do Poeira".