Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

13 Julho de 2010 | 19h12 - Actualizado em 13 Julho de 2010 | 19h11

Romance A Contratada é lançado em Agosto

Literatura

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Luanda  – A segunda obra literária intitulada “A Contratada”, do escritor angolano Nelson Nent, será lançada na segunda quinzena de Agosto deste ano, em Luanda.

A obra, editada pelo autor, com uma tiragem de 500 exemplares, narra o dilema que envolve a verdade e a mentira, tendo como pano de fundo o quotidiano angolano.

Escrita em estilo romance e com 164 páginas, o livro, segundo Nelson Nent, faz alusão a história de um benguelense, dono de um grupo empresarial, que mentia a família que se casou com uma rapariga em Luanda, de modo a evitar segundas intenções dos seus mais próximos e viver com tranquilidade.

“Certo dia, teve um ataque de trombose. Fruto disso, o seu único filho, de uma relação ocasional, quis tomar a presidência da empresa. A irmã do empresário, sabendo da falta de seriedade do rapaz, decide trazer de Luanda uma jovem, que se passa por esposa do irmão, de modo a cuidar, da melhor forma, os negócios da empresa”, asseverou.

Quando o filho do empresário se apercebe desta situação, disse o autor, Deixa de exigir a presidência da empresa. A rapariga ficou a gerir a empresa até que o dono melhorasse.

Com esta cena, Nelson Nent quer mostrar que a mentira só deverá ser usada para salvar a verdade.

"Mágoas de uma noiva abandonada" é o primeiro livro de Nelson Nent lançado em 2008.

Nelson Nent, pseudónimo literário de João dos Anjos Marcolino, nasceu em Luanda, em 1966, e é formado em ciências meteorológicas.

Foi funcionário do Centro de Previsão de Tempo durante oito anos, de onde foi transferido para a Estação Climatológica de Luanda.

Ali funcionou durante três anos, antes de seguir para o Cairo, Egipto, em 2002, onde se especializou em climatologia e tratamento de dados.

Em Janeiro de 2005 viajou para Nairobi, Quénia, onde fez o curso de administrador de redes para sistemas de captação de imagens e dados do satélite meteorológico. Durante alguns anos foi quadro colocado no Centro de Dados do Instituto Nacional de Meteorologia (INAMET).

Actualmente é o chefe do Departamento Provincial do INAMET em Malanje e membro fundador da Associação de Apoio ao Desenvolvimento do Cinema em Angola (ADECINE).