Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

16 Abril de 2014 | 18h20 - Actualizado em 16 Abril de 2014 | 18h19

Huíla: Estátua do Cristo Rei é classificado monumento nacional

Lubango - A estátua do Cristo Rei, a Missão Católica da comuna da Huíla e antiga Câmara Municipal foram hoje, quarta-feira, classificadas como patrimónios nacionais, em cerimónia orientada pela ministra da Cultura, Rosa Cruz e Silva.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Rosa Cruz e Silva - Ministra da Cultura

Foto: José Krithinas

Estátua do Cristo Rei no Lubango, agora é património nacional

Foto: José Falso

A actividade decorreu no âmbito do 18 de Abril, Dia Internacional dos Monumentos e Sítios, e contemplou a Estátua do Cristo Rei, construída em 1957 no topo da Serra da Chela, a Missão Católica da Huíla, que existe há 133 anos, e antiga Câmara Municipal, erguida em 1945. Na terça-feira, a ministra havia presidido idêntica cerimónia na Missão Católica de Caconda.

Rosa Cruz e Silva disse que estes monumentos já deveriam ser classificados há bastante tempo, mas devido a alguns constrangimentos só foi possível agora.

A titular da pasta da Cultura afirmou serem infra-estruturas de "grande gabarito" e, por isso, a Direcção Nacional do Património, em cooperação com o Instituto Nacional de Património Cultural, vão fazer um levantamento para avaliar o estado de degradação das mesmas para uma eventual recuperação.

“O Instituto Nacional do Património Cultural está atento a esta situação e vai trabalhar na divulgação destes bens e nos estudos de cada um deles, uma vez que as mesmas merecem ser mais divulgadas para que sejam cada vez mais valorizadas”, realçou.

A ministra pediu aos cidadãos para preservarem estes monumentos e sítios para que a nova geração possa conhecer a história de Angola, através de infra-estruturas que marcaram a época colonial.

Além da classificação dos monumentos em referência, Rosa Cruz e Silva constatou o funcionamento da Biblioteca da Huíla, Museu Regional e Direcção Provincial da Cultura.

A ministra inaugurou uma exposição fotográfica que retrata monumentos e sítios.

Leia também