Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

25 Julho de 2014 | 22h19 - Actualizado em 25 Julho de 2014 | 22h19

Angola: Filda regista grande afluência de visitantes no terceiro e quarto dia de trabalhos

Luanda - Cerca de 50 mil cidadãos visitaram a Feira internacional de Luanda (Filda) na quinta e sexta-feira para visitar as amostras, interagir com expositores e estabelecer contactos de negócios.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Grande parte dos cidadãos que visitaram a feira disseram à Angop que gostaram das exposições e elogiaram a organização do evento que para muitos está excelente, principalmente em termos de arrumação de stands e sistema de comunicação.

Claúdio Lino, cidadão angolano, disse que notou muitas alterações em relação às edições anteriores, particularmente porque existe maior criatividade dos expositores na arrumação dos stands, deixando-o “maravilhado”.

Sugeriu que nas próximas edições haja tradutores para melhor interacção entre expositores e os visitantes de língua estrangeira.

Nelson Filipe, gestor de marketing, também corroborou da mesma opinião e parabenizou a organização dizendo que as outras edições não foram tão boas como a actual e destacou o facto de existirem serviços de casas de banho públicas.

O gestor disse esperar que haja melhorias no parque de estacionamento, que ainda não tem pavimento e não está bem organizado.

Por sua vez, Fábio José disse ter gostado do que viu, principalmente no que respeita à “organização do sector da indústria e a arrumação dos stands”, mas tal como Nelson Filipe reclamou das más condições do parque de estacionamento.

Pedro Faria, por sua parte, elogiou a organização, mas queria encontrar na feira mais diversidade de produtos à venda.

A mesma opinião foi partilhada por alguns expositores, como Gonçalves Neto, que já participou em edições de feiras em Portugal e em Moçambique.

“ Visitei todos os pavilhões e afirmo que esta edição esta muito melhor em relação as feiras de Portugal e de Moçambique em que participei”, realçou, aconselhando a organização a investir mais na organização dos pavimentos e do parque de estacionamento.

Assuntos Economia  

Leia também
  • 16/12/2017 16:56:23

    Portugal: Defendida maior divulgação do património cultural angolano

    Lisboa (Da correspondente) - O adido cultural da embaixada angolana em Portugal, Luandino Carvalho, declarou neste sábado, em Lisboa, que uma maior divulgação do património cultural e dos recursos naturais e paisagísticos de Angola pode contribuir para alavancar a economia nacional.