Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

01 Abril de 2015 | 18h51 - Actualizado em 02 Abril de 2015 | 16h32

Realçados aspectos históricos de Mbanza Congo no contexto mundial

Luanda - Os aspectos históricos que levaram a cidade de Mbanza Congo a ser proposta para na lista do património mundial da Unesco, como o lugar de onde saiu o primeiro bispo da África subsariana, Dom Henriques, nomeado em 1518, foram destacados hoje, quarta-feira, em Luanda, pelo especialista nacional João Lourenço.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

MBANZA CONGO: TÚMULO DA DONA MPOLO(MÃE DO REI DO CONGO DOM AFONSO I)

Foto: Pedro Moniz Vidal

João Lourenço, também membro Comité de Redacção do Projecto Mbanza Congo: Cidade a Desenterrar para Preservar, fez estas declarações durante uma conferência de imprensa sobre os trabalhos para a inscrição de Mbanza Congo na lista do património mundial da Unesco.

Mbanza Congo, recordou, foi o primeiro espaço político da África Equatorial em que uma igreja foi elevada à categoria de catedral, em 1596, foi ainda o lugar de onde saiu o primeiro embaixador de um Estado da África Subsariana junto do Vaticano, Dom Manuel António Nsaku Nvunda.

Esses aspectos, frisou, são alguns dos elementos históricos que tornam Mbanza Congo numa região excepcional comparada com outras zonas de África e do mundo.

Sobre os trabalhos do projecto, João Lourenço disse que os mesmos seguem o seu curso normal e foram já corrigidos sete dos oitos aspectos solicitados pela Unesco, faltando apenas o ponto do Mapa Cartográfico.

Afirmou que a Redacção do Projecto Mbanza Congo é composta por competentes arqueólogos, arquitectos, linguistas, antropólogos, historiadores, geólogos, cartógrafos, geógrafos, além de peritos estrangeiros do ramo da conservação.

Por sua vez, a coordenadora científica do projecto, Sónia da Silva Domingos, avançou que foram já escavados sete sítios designadamente as zonas Tadi dia Bukikwa, Mpindi a Tadi, Lumbu, Kulumbimbi, Missão Católica, Madungo e Cemitério Álvaro Buta.

No decorrer das escavações, informou, foram encontradas inúmeras peças de cerâmicas, anéis de bronze, sepulturas de crianças e um túmulo de uma mulher que ostentava mais de quatro mil peças pérolas no pescoço, pulsos tornozelos e tecidos em ráfia envolvido nos pés.

Disse que o material exumado das escavações se encontram no Museu de Mbanza Congo, espaço disponibilizado pelo Governo Provincial do Zaire para os achados serem estudados, classificados, inventariados, fotografados de forma a saber a sua importância histórica.

Durante os trabalhos, ressaltou, encontrou-se carvão que foi levado para análise num dos laboratórios Estado da Florida, nos Estados Unidos da América (EUA).

Salientou ainda que as pesquisas documentais foram feitas em Portugal Itália, Bélgica, EUA, República Democrática do Congo (RDC) e Alemanha para suportar todos argumentos constantes do dossier entregue à Unesco.

O projecto para a inscrição de Mbanza Congo na lista do património mundial da Unesco foi lançado em 2007, com a realização de uma mesa redonda internacional sob o tema “ Mbanza Congo, Cidade a Desenterrar para Preservar”.

Assuntos História  

Leia também
  • 03/08/2018 17:33:57

    Patrício Batsîkama lança livro O Reino do Kôngo

    Luanda - O historiador angolano Patrício Batsikama lança o livro O Reino do Kôngo no dia 8 deste mês, na União dos Escritores Angolanos (UEA), em Luanda.

  • 12/05/2018 15:10:55

    Docente defende revisão da história da África

    Luanda - O docente universitário angolano Patrício Batsikama defendeu na quinta-feira, na Universidade Estadual de Goiás, no Brasil, a necessidade de se reescrever a história geral da África para conformá-la à efectiva realidade histórica e cultural do continente.

  • 07/05/2018 08:39:34

    Docente angolano disserta sobre história de África no Brasil

    Luanda - O docente universitário Patrício Batsikama disserta sobre " Resenha crítica sobre a história geral da África, caso da história de Angola", na quinta-feira, na Universidade Estadual de Goias, no Brasil.

  • 22/03/2018 17:26:57

    Kulumbimbi e Museu dos Reis do Kongo serão restaurados

    Mbanza Kongo- A antiga Sé Catedral "Kulumbimbi" e o Museu dos Reis do Kongo, em Mbanza Kongo, beneficiarão, no decorrer deste ano, de obras de restauração, no âmbito do programa de investimentos públicos (Pip) do governo provincial do Zaire.