Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

24 Outubro de 2016 | 17h40 - Actualizado em 25 Outubro de 2016 | 10h05

Moxico: Cultura recolhe dados de sítios históricos para elevar a Património Nacional

Luena - Técnicos da Direcção Provincial da Cultura do Moxico iniciaram, este mês, um processo de recolha de dados de oito sítios históricos da região, para sua elevação à categoria de Património Nacional.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Moxico: Miguel Carlos Andre, chefe do Departamento Historico, Cultural da Direcção Provincial da Cultura do Moxico

Foto: David Dias

 A informação foi avançada hoje, segunda-feira, à Angop, na cidade do Luena, pelo chefe de Departamento Histórico-Cultural do Moxico, Miguel André, tendo apontado as regiões de Ndongue, Mazemba, Macungunua, Nhamuchiri, Cassongo, Cassamba, Camitongo e Lunhameji, como as zonas onde decorrem os trabalhos.

Essas áreas, explicou, vão ser documentadas e fotografadas, sendo que os resultados serão enviados ao Instituto Nacional do Património Cultural (INPC), para análise e qualificação.

"A província do Moxico é rica em monumentos e sítios, com locais importantes onde foram travados fortes batalhas e actos de residência contra a ocupação colonial que pelo seu significado histórico devem ser identificados, divulgados e preservados, por constituírem testemunhos de acontecimentos passados e recentes da história da região", argumentou.

Miguel André fez saber que o trabalho de pesquisa está ser feito em colaboração com as administrações municipais, autoridades tradicionais, entidades eclesiásticas e anciãos das respectivas áreas de jurisdição.

Em Abril de 2015, lembrou, a Direcção Provincial da Cultura do Moxico enviou ao INPC documentos para análise e subsequente classificação à Património Nacional de sítios como os túmulos da primeira Rainha Nhakatolo, de José Mendes de Carvalho "Hoji-Ya-Henda”, e de Américo Boavida, bem como do lago Kalundo, do edifício da antiga administração colonial do então Conselho do Distrito do Moxico, do memorial à paz e das ruínas da Missão da Igreja Evangélica dos Irmão em Angola (IEIA).

Na província do Moxico estão registados, pela Direcção da Cultura, 96 sítios e monumentos históricos, sendo o Forte da Cameia, sinal de resistência dos nativos contra a ocupação colonial portuguesa, o único monumento classificado como Património Nacional, desde Abril de 1998.

Assuntos Cultura   Província » Moxico  

Leia também
  • 06/02/2019 13:42:43

    Cultura com mais de 10 milhões de kwanzas para Carnaval em Malanje

    Malanje- Dez milhões e 200 mil kwanzas é o valor disponibilizado pelo governo provincial de Malanje para a realização do Carnaval 2019, mais seis milhões e 800 mil kwanzas em relação ao desbloqueado em 2018.

  • 06/02/2019 08:11:05

    Encerradas igrejas ilegais no Moxico

    Luena - Cinquenta e duas igrejas que funcionavam de forma ilegal foram encerradas na província do Moxico, no âmbito da Operação Resgate.

  • 06/02/2019 07:34:24

    Dirigentes de grupos carnavalescos aprimoram técnicas

    Luena - Vinte e cinco dirigentes de grupos carnavalescos inscritos para a presente edição do Carnaval no Moxico participaram terça-feira, no Luena, numa acção formativa destinada a aprimorar as técnicas de apresentação em palco.

  • 01/02/2019 13:40:45

    Portugal: Disco "Karavana da Saudade" lançado em Lisboa

    Lisboa (Da correspondente) - Uma obra discográfica intitulada "Karavana da Saudade", da autoria do DJ Celso Roberto, foi lançada, quinta-feira, em Lisboa, no auditório da Embaixada de Angola em Portugal.