Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

12 Julho de 2017 | 07h55 - Actualizado em 12 Julho de 2017 | 07h54

Grupo SSP prepara digressão para Moçambique em Novembro

Luanda- Dezoito anos depois da última paragem em Moçambique, o grupo rap angolano SSP prepara o retorno aos palcos deste país do Índico para dois espectáculos nos dias 3 e 4 de Novembro, anunciou nesta quarta-feira, em Luanda, um dos integrantes do grupo.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

grupo SSP com dois shows marcados para moçambique em novembro

Foto: Joaquina Bento

Segundo o músico Big Nelo, que falava à Angop sobre a preparação do quarteto, os fãs moçambicanos terão a oportunidade de ouvir e reviver bons momentos com temas como "Não vale apena", "Olhos café", "Deus", "Canta Comigo essa keta", "Chama por mim".

No seu retorno aos palcos moçambicanos, o quarteto formado por Big Nelo, Jeff Brown, Kudy e Paul G vai ainda levar na bagagem um cardápio musical onde se inclui os temas "Eu só quero te amar", "Olhos café", "Etu mwangola", "É bom", "Táctica lírica", "Abandalho", "Te quiero", "Playa", "Deus", que marcaram a era SSP (começo da década 90 a 2000).

“O Último concerto que fizemos em Moçambique inspiramos muitos jovens moçambicanos e marcamos uma geração. Depois de mais de 18 anos vamos regressar para dois grandes concertos memoráveis e únicos. Temos as memórias de Moçambique bem guardadas porque o nosso primeiro disco de prata recebemos em Maputo, em 1998, graças ao carinho que sempre tiveram em relação aos SSP”, disse o artista.

Satisfeito com a aparição no Festival Sons do Atlântico, Big Nelo adiantou que tudo farão para mostrar, mais uma vez, que continuam a ser uma referência no mercado do hip hop.

 “As pessoas querem ouvir a música que marcou os anos 90 e que influenciou muitos adolescentes e jovens a cantar. Sentimo-nos felizes por fazermos parte de uma era, termos marcado uma época e termos as nossas impressões digitais no mundo da música em Angola”, reforçou o artista.

O grupo, que reapareceu nos palcos nacionais no dia 6 de Maio deste ano com a participação no Festival Sons do Atlântico, está também a tratar de deslocações a Portugal e Cabo Verde.

Fundado na década de 1990, o grupo SSP produziu três discos, nomeadamente "99% de Amor", "Alfa" e "Odisseia".

Já com apenas Big Nelo e Jeff Brown, após a saída de Paul G e Kudy, em 2000, os fãs foram brindados com os discos "Amor e Ódio" e "Momentos da Trajectória".

O grupo conquistou os prémios de melhor álbum e melhor grupo de hip-hop, em 1997, com o disco "99% de Amor", pela Rádio Luanda, bem como melhor álbum e grupo de hip-hop/rap de Angola com "Odisseia" pela RTP/África.

Ainda com este disco ganharam o prémio Vidisco, em 1999 e, com o álbum "Alfa", conquistaram os prémios de melhor disco, grupo hip-hop/rap e melhor marketing, em 2000.

Em 2002 foi considerado melhor grupo de música moderna no concurso Moda Luanda.

Assuntos Angola   Música  

Leia também