Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

17 Julho de 2017 | 17h07 - Actualizado em 18 Julho de 2017 | 14h19

Zaire: Membros do governo informados sobre inscrição de Mbanza Kongo

Mbanza Kongo - Os membros do governo provincial do Zaire foram, nesta segunda-feira, em Mbanza Kongo, informados sobre o momento que marcou a inscrição do centro histórico e cultural desta histórica cidade, na lista do património mundial.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Zaire: Reunião ordinária do governo provinvial

Foto: Pedro Moniz Vidal


Coube ao governador provincial, José Joanes André, que participou da 41ª Sessão dos membros do Comité do Património Mundial da Unesco, que decorreu de 02 a 12 deste mês na cidade de Cracóvia, República de Polónia, descrever o ambiente vivido antes, durante e depois da consagração.

Discursando na cerimónia de abertura da IIIª reunião ordinária do governo, José Joanes André, disse que fruto do trabalho aturado de especialistas nacionais e estrangeiros, que trabalharam no dossier, foi possível descobrir os vestígios que testaram que o Reino do Kongo existiu desde o século XIII e que teve o seu auge no século XV.

Segundo a fonte, o património material e imaterial de Mbanza Kongo, que o confere  valor excepcional e universal, foi fundamental para a inscrição desta localidade na lista da Unesco, votada por unanimidade pelos membros do Comité do Património Mundial, no passado dia 08 de Julho deste ano.

“Todas as pessoas que estiveram directa ou indirectamente ligados ao projecto, até aqueles que, na hora de construir as suas residências, encontraram vestígios antigos como ossadas, contribuíram neste processo”, reconheceu.

O governador disse que o documento de candidatura de Mbanza Kongo, apresentado pela equipa científica ligada ao Ministério da Cultura, foi bastante elogiado no encontro de Cracóvia, havendo, por isso, entidades que se ofereceram a continuar a prestar a sua consultoria técnica ao projecto.

“A qualidade do trabalho feito foi enfatizado neste encontro, o que demonstra que Angola tem quadros capazes e à dimensão desta empreitada”, vincou.
 

Num outro desenvolvimento, José Joanes André, anunciou que, a 16ª edição das Festas da Cidade de Mbanza Kongo, a celebrar no dia 25 deste mês, contará com a presença de titulares de pastas ministeriais, com o Ministro da Administração do Território a encabeçar a delegação central e que deverá presidir o acto.

Segundo disse, poderão integrar a comitiva os ministros das Finanças, Archer Mangueira, Cultura, Carolina Cerqueira, da Energia e Águas, João Baptista Borges, e da Construção, Artur Carlos Fortunato.

 

Assuntos Cultura   Província » Zaire  

Leia também
  • 17/07/2017 11:20:05

    ZairePopulação de Mbanza Kongo sauda inscrição da cidade a património mundial

    Mbanza Kongo - Uma passeata de automóveis, que visou saudar a inscrição do centro histórico-cultural de Mbanza Kongo, província do Zaire, na lista do Património Mundial da Unesco, realizou-se neste domingo nas principais ruas desta cidade.

  • 16/07/2017 15:54:02

    Cuanza Norte: Escritor Jonh Bella quer incentivos à leitura e escrita

    Ndalatando - O escritor angolano, Jonh Bella defendeu hoje, domingo, em Ndalatando (capital do Cuanza Norte) atenção especial das instituições escolares no incentivo das crianças para o gosto pela leitura e escrita, como via de promoção de hábitos literários nos petizes desde tenra idade.

  • 15/07/2017 23:54:01

    Cuanza Norte: Luzingo vence concurso literário infantil

    Ndalatando - Com a obra intitulada "Joaquim o menino da aldeia", o estudante Afonso Luzingo, de 18 anos de idade, natural da província do Zaire e a frequentar a 12ª classe, venceu neste sábado, em Ndalatando (capital do Cuanza Norte), o concurso nacional de literatura infantil denominado "Quem me dera ser onda".