Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

08 Setembro de 2017 | 21h14 - Actualizado em 08 Setembro de 2017 | 20h28

Angola recebe certificado da inscrição de Mbanza Kongo na lista do património mundial

Luanda- Angola recebeu nesta sexta-feira, na sede da UNESCO, em Paris, o certificado da inscrição de Mbanza Kongo como Património Mundial.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ministra da Cultura, Carolina Cerqueira (à dir.) encontra-se com a Directora Geral da Unesco

Foto: Cedida

No acto de entrega do certificado a ministra da Cultura, Carolina Cerqueira, a directora do Centro do Património Mundial da UNESCO, Mechtil Rossler, felicitou Angola pelo valor universal excepcional amplamente reconhecida dos vestígios do Centro Histórico de Mbanza Kongo.

Mechtil Rossler sublinhou a importância do projecto com caracter de integração social, cultural e suporte para o desenvolvimento sustentável da sub-região de África Central.

A ministra Carolina Cerqueira reiterou os agradecimentos aos que apoiaram Angola na identificação e valorização dos atributos históricos, culturais e religiosos de Mbanza Kongo, capital do antigo Reino do Congo.

A ministra da Cultura deu a conhecer aos presentes o sentido de digressão  efectuada a RDC, Gabão e Congo Brazzaville, onde levou  a mensagem do Presidente da República, José Eduardo dos Santos, aos seus homólogos pelo contributo prestado em prol deste projecto de valores culturais, ancestrais e religiosos capaz de promover a cultura de paz, desenvolvimento social e económico sustentável.

Reforçou que a preservação e protecção do património cultural em Angola faz parte da agenda política e do programa nacional de desenvolvimento.

Carolina Cerqueira revelou  a intenção de se promover conjuntamente com a UNESCO  a criação em Angola de uma CATEDRA especializada em matéria do património cultural.

A governante considerou de grande valia e oportuna na perspectiva a abordagem do Projecto Mbanza Kongo, na sua fase subsequente na ética da integração social, económica e do desenvolvimento sustentável quer em Angola, quer na sub-região da África Central e não só.

Por seu turno, o Embaixador de Angola junto da UNESCO, Sita José, agradeceu as individualidades que prestaram apoio Angola durante todo o processo de preparação da candidatura de Mbanza Kongo a patrimônio, a 08 de Julho de 2017, em Cracóvia, na Polônia.

Estiveram presente na cerimónia oficial da entrega do certificado da inscrição de Mbanza Kongo o secretário de Estado das Relações Exterior, Manuel Augusto, o Embaixador Delegado Permanente de Angola Junto da UNESCO, Sita José, quadros do Ministério da Cultura e representantes de várias instituições científicas e culturais da diaspora africana residente em Paris, França.

Assuntos Angola  

Leia também