Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

01 Março de 2018 | 07h39 - Actualizado em 01 Março de 2018 | 07h38

Dom Caetano garante apoio a famílias de músicos falecidos

Luanda - Parte das receitas resultantes da venda do disco "Esperança Divina", a ser efectuada em Abril deste ano, será doada às famílias dos músicos falecidos Zé Keno e Beto de Almeida, anunciou nesta quarta-feira o artista Dom Caetano - autor da obra.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

músico Dom Caetano

Foto: António Escrivão

Dom Caetano fez esta promessa durante  uma  conferência  de  imprensa  organizada  pela   Produtora  Arca Velha , com o objectivo  de apresentar  os artistas Halison Paixão, Dom Caetano, Kanda, Chelsy Shantel,   Serafina Sanches, Isidora Campos e Damásio Brothers, que agora se vincularam à promotora.

De  acordo com  o cantor, tal desejo representa  uma forma  de apoiar as famílias dos colegas  já  falecidos e também  é  um gesto  de  reconhecimento  pelo  contributo  que eles  prestaram    à música nacional.

Embora os músicos já não vivam, disse o interlocutor, serão  sempre  lembrados  pelas  suas verticalidades, pois ambos, apesar  de pertencerem a gerações  diferentes, deixaram  a sua marca  no panorama musical.

“Para  mim, tanto o Zé Keno, com quem trabalhei  durante muitos e bons anos,  quanto o Beto de Almeida,que deu a sua  contribuição  para o engrandecimento da  nossa cultura, representam uma referência incontornável  da música urbana angolana", reforçou.

Por seu turno, Matias Damásio, responsável da produtora  Arca Velha, adiantou  que logo a seguir as vendas  do novo disco do Dom Caetano (28 de  Abril ) será  realizada igualmente uma gala e as receitas  também terão  a mesma finalidade, o apoio às famílias dos músicos falecidos.

Zé Keno  faleceu  a 4 de Agosto de 2017. Iniciou a sua carreira musical em 1968, ano em que fundou o agrupamento Jovens do Prenda, na companhia dos músicos Chico Montenegro, Didi da Mãe Preta, Tony do Fumo e Augusto Chacaya.

Já Roberto Tiago da Silva de Almeida (Beto  de Almeida) morreu em Outubro de 2013. Nasceu ao 8 de Novembro de 1976, na província do Cuando Cubango, tendo feito grande parte da sua carreira ao lado do irmão Moniz de Almeida.

Assuntos Angola   Música  

Leia também
  • 08/11/2018 07:35:55

    Literatura científica entregue ao Arquivo Nacional de Angola

    Luanda - Cento e quarenta e quatro livros técnico-científicos relacionados com o país e com África, de vários autores, recuperados de Portugal, em 2012, foram entregues hoje, quarta-feira, ao Arquivo Nacional de Angola (ANA), enriquecendo e diversificando o seu acervo.

  • 08/11/2018 07:32:14

    Angola e Cuba abordam reforço da cooperação cultural

    Luanda - O reforço da cooperação cultural, com maior incidência na área de formação artística e promoção da literatura dos dois países através da participação Angolana nas feiras do livro e outras actividades culturais em Cuba dominaram a agenda da audiência concedida pela ministra da Cultura, Carolina Cerqueira, á embaixadora de Cuba, Esther Gloria Cárdenas.

  • 08/11/2018 07:28:00

    Angola acolhe fórum pan-africano para a cultura de paz em África em 2019

    Luanda - Para abordar aspectos ligados à realização do Fórum Pan-Africano para a Cultura e Paz em África, Bienal de Luanda, bem como a implementação do Projecto de Formação Doutoral, a ter lugar em Setembro de 2019 no país, a Comissão Multissectorial reuniu na quarta-feira, em Luanda, sob orientação da coordenadora, Carolina Cerqueira.

  • 05/11/2018 03:31:28

    Muzongue da Dipanda com Bonga Kuenda no Centro Cultural Kilamba

    Luanda - O Muzongue da Dipanda marcado para domingo, 11, no Centro Cultural e Recreativo Kilamba, em Luanda, tem como "grande" atractivo musical Barceló de Carvalho "Bonga Kuenda".