Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

09 Agosto de 2018 | 19h01 - Actualizado em 10 Agosto de 2018 | 09h46

Mincult aposta no cadastramento das autoridades tradicionais

Caxito - O Ministério da Cultura (Mincult) está a trabalhar no cadrastramento das autoridades tradicionais para apurar o real número destes agentes comunitários disse hoje, quinta-feira, em Caxito, província do Bengo, a titular da pasta do pelouro, Carolina Cerqueira.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Ministra da Cultura no Bengo

Foto: Cortesia de Venceslau Mateus

Carolina cerqueira- ministra da Cultura

Foto: Adão João Pedro

Esse pronunciamento foi feito hoje, quinta-feira, à imprensa, pela ministra da Cultura, Carolina Cerqueira, no final de um encontro com as entidades religiosas, autoridades tradicionais e fazedores de cultura.

Carolina Cerqueira fez saber que o Ministério da Cultura está a proceder o acompanhamento e fiscalização das autoridades tradicionais para inteirar-se das baixas existentes no sector, bem como identificar os líderes tradicionais que não são da linhagem real.

Esse trabalho, ressaltou, está ser realizado com apoio das próprias autoridades tradicionais em colaboração com os governos provinciais.

Lembrou que em 2019 vai acontecer o primeiro encontro nacional das autoridades tradicionais desta legislatura, no qual será discutido de forma aberta os programas relacionados com a classe.

Os sobas, destacou, têm um peso importante na sociedade por fazerem a ponte entre a comunidade e o governo, na resolução dos problemas comunitários, entre outras acções em prol da população.

Questionada sobre a degradação das infra-estruturas culturais na província do Bengo, a responsável reconheceu ser um problema conjuntural do país, tendo sublinhado que existem monumentos e sítios históricos que precisam de ser identificados e preservados.

Fez saber que o Mincult está empenhado na recuperação dos monumentos e sítios, razão pela qual o Presidente da República, João Lourenço, criou uma comissão interministerial para o património mundial, liderada pelo Vice-Presidente da República,  Bornito de Sousa.

Durante a sua estadia na província do Bengo, Carolina Cerqueira teve ainda encontro com a governadora, Mara Quiosa, e com o príncipe dos Dembos, António Salvador.

Procedeu a entrega de instrumentos musicais ao Centro de Formação Musical e Artes (CEFOMAC), no âmbito da política de incentivo à criação artística e desenvolvimento das artes.

A instituição recebeu baterias, trompetas, trombones, guitarras, saxofones, flautas, entre outros instrumentos musicais.

A jornada inclui ainda visitas a instituições culturais e a locais históricos do município do Ambriz.

Assuntos Província » Bengo  

Leia também
  • 01/11/2018 19:26:37

    Ministério da Cultura não legaliza igrejas há 18 anos

    Caxito - O Ministério da Cultura não reconhece ou legaliza nenhuma igreja há 18 anos afirmou hoje, quinta-feira, em Caxito, província do Bengo, o director do Instituto Nacional para os Assuntos Religiosos (INAR), Francisco Maria.

  • 11/10/2018 16:10:34

    Gala Rostos do Bengo acontece em Novembro

    Caxito - A segunda edição da gala Rostos do Bengo, que premeia personalidades singulares e colectivas destacadas nas diversas áreas de trabalho da circunscrição, vai acontecer no dia 8 de Novembro deste ano, na cidade de Caxito.

  • 03/10/2018 15:23:15

    Catalogados mais de 100 locais históricos no Bengo para cadastramento

    Caxito - Cento e sete sítios para cadastramento e classificação como monumentos e sítios históricos foram inventariados de Janeiro até a presente data, pelos técnicos do Gabinete Provincial da Cultura, Turismo e Juventude e Desportos do Bengo.

  • 03/10/2018 15:11:58

    CEFOMAC necessita de 25 professores

    Caxito - O Centro de Formação de Música e Artes Cénicas (CEFOMAC) de Caxito, na província do Bengo, necessita de 25 professores para garantir o processo de ensino e educação artística e cultural.