Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

05 Setembro de 2018 | 16h54 - Actualizado em 05 Setembro de 2018 | 19h31

Jornalista destaca poesia de Agostinho Neto

Luanda - O jornalista e escritor angolano José Luís Mendonça destacou hoje, quarta-feira, em Luanda, a poesia de António Agostinho Neto como factor de motivação, encorajamento e consciencialização para a luta dos povos oprimidos de Angola, de África e do mundo.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

António Agostinho Neto - Primeiro Presidente de Angola

Foto: Fotos: Quino Viñas Fecha: octub

José Luís Mendonça - jornalista e escritor

Foto: Henri Celso

José Luís Mendonça fez essa referência quando orientava uma palestra no âmbito das actividades alusivas ao pré-centenário de António Agostinho Neto, primeiro Presidente da República de Angola, e do “Dia do Herói Nacional e do Fundador da Nação”, que comemora-se a 17 Setembro.

O orador salientou que a poesia de António Agostinho Neto marcou um dos momentos de viragem no panorama cultural e político no país, já que o primeiro Presidente de Angola possuía o dom de solucionar os problemas, por ser uma pessoa “multicultural”.

Segundo o prelector, a família constituiu uma das grandes fontes de inspiração da poesia de António Agostinho Neto.

“Da mesma forma que escrevia os poemas, Neto também tirava da família forças para travar uma luta incansável contra a opressão colonial”, frisou.

Lembrou que António Agostinho Neto sempre esteve preocupado com os problemas sofridos pelos angolanos com a pobreza, fome, falta de cuidados básicos como a saúde, a educação, ensino, entre outros serviços que eram privados pelo regime colonial.

A poesia de Agostinho Neto, ressaltou, não é só tristeza ou dor, mas também alegria e felicidade e esperança num futuro melhor.

À margem da palestra, organizada pela Fundação DR António Agostinho Neto, foi aberta uma exposição fotográfica sobre “Agostinho Neto e a sua família”.

Assuntos Cultura  

Leia também
  • 03/11/2018 16:29:59

    Matias Damásio quer conquistar mercado latino

    Luanda - O cantor e compositor angolano Matias Damásio tem trabalhado para conquistar outros mercados, fundamentalmente o público latino, afirmou hoje (sábado), em Luanda, o músico.

  • 02/11/2018 15:13:45

    Tradição de Mbanza Kongo assemelha-se com a do Israel, diz embaixador

    Mbanza Kongo - O embaixador de Israel em Angola, Oren Rozenblat, afirmou quinta-feira, em Mbanza Kongo, província do Zaire, que parte da tradição da antiga capital do Reino do Kongo assemelha-se com a do seu país, sobretudo em termos das 12 fontes desta cidade património com as 12 tribos.

  • 30/10/2018 20:43:59

    Músico Gabriel Tchiema defende shows com banda

    Saurimo - O músico Gabriel Tchiema defendeu hoje, terça-feira, na cidade de Saurimo, província da Lunda Sul, a necessidade dos cantores angolanos a ganharem o hábito de actuarem com banda, por garantir melhor qualidade do espectáculo.

  • 29/10/2018 21:24:21

    Escritor Cornélio Caley inicia funções na AAL

    Luanda - O escritor angolano Cornélio Caley foi empossado nesta segunda-feira, em Luanda, como membro da Academia Angolana de Letras, durante uma cerimónia realizada no Memorial António Agostinho Neto(MAAN).