Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

11 Setembro de 2018 | 06h46 - Actualizado em 11 Setembro de 2018 | 17h30

Pepetela regressa as bancas com "Sua Excelência, de corpo presente"

Luanda - Dois anos depois do romance "Se o passado não tivesse asas", o escritor angolano Artur pestana "Pepetela", regressa as bancas literárias com "Sua Excelência, de corpo presente", cuja apresentação pública acontece a 17 deste mês, no Centro Cultural Português, em Luanda.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Escritor Pepetela

Foto: TARCISIO VILELA

Trata-se de uma obra onde o autor faz recurso a crítica mordaz ao abuso de poder e aos sistemas totalitários, disfarçados de  democracia, escrita com um sentido de humor inteligente.

"Com a mestria que lhe é  própria,  Pepetela, nome  maior da literatura angolana e de língua portuguesa, volta a surpreender, no estilo, na forma e na substância, com o seu mais recente  romance  “Sua Excelência, de corpo presente”, lê-se no prefácio.

A história desenrola-se, num tempo recente, num  local indeterminado de um qualquer país  africano. Do  protagonista e narrador, não  se conhece o nome. Apenas se sabe que foi  presidente  de um país africano e que teve morte súbita, atingido por uma “maldita doença que apanhou a todos desprevenidos”. O insólito  começa no primeiro parágrafo, com a declaração do narrador: “Estou  morto”.

Artur Carlos Maurício Pestana dos Santos “Pepetela” nasceu  em Benguela, em 1941. Licenciou-se em Sociologia, em Argel, durante o exílio. Foi guerrilheiro do MPLA, político e governante. Foi Professor da Universidade Agostinho Neto, em Luanda. Tem sido Dirigente de Associações, com destaque para a União dos Escritores Angolanos (UEA) e Associação Cultural e Recreativa Chá de Caxinde. Recebeu o Prémio Camões 1997, confirmando o  lugar de destaque que ocupa na literatura lusófona.

Obras publicadas

1972: “As Aventuras de Ngunda” (novela)

1978: “Muana Puó” (romance)

1980: Myombe (romance) – Prémio Nacional de Literatura

1985: “O Cão e os Caluandas” (romance)

1985: “Yaka” (romance)

1990: “ Lueji, o Nascimento de um Império” (romance)

1992: “Geração da Utopia” (romance)

1995: “O Desejo de Kianda” (romance

1996: “Parábola do Cágado Velho” (romance)

1997: A Gloriosa Família” (romance)

2000: “A Montanha da Água Lilás” (fábula)

2001: “Jaime Bunda, Agente Secreto” (romance)

2003: “Jaime Bunda e a Morte do Americano” (romance)

2005: “Predadores” (romance)

2007: “O Terrorista de Berkeley, Califórnia” (novela)

2008 “O Quase Fim do Mundo” (romance)

2009: “O Planalto e a Estepe” (romance)

2011: “A Sul o Sombreiro” (romance)

2013: “O Tímido e as Mulheres” (romance)

2015: “Crónicas Maldispostas” (crónicas)

2016: “ Se o Passado não Tivesse Asas” (romance)

2018: “Sua Excelência, de Corpo Presente”

Assuntos Angola  

Leia também
  • 08/11/2018 07:35:55

    Literatura científica entregue ao Arquivo Nacional de Angola

    Luanda - Cento e quarenta e quatro livros técnico-científicos relacionados com o país e com África, de vários autores, recuperados de Portugal, em 2012, foram entregues hoje, quarta-feira, ao Arquivo Nacional de Angola (ANA), enriquecendo e diversificando o seu acervo.

  • 08/11/2018 07:32:14

    Angola e Cuba abordam reforço da cooperação cultural

    Luanda - O reforço da cooperação cultural, com maior incidência na área de formação artística e promoção da literatura dos dois países através da participação Angolana nas feiras do livro e outras actividades culturais em Cuba dominaram a agenda da audiência concedida pela ministra da Cultura, Carolina Cerqueira, á embaixadora de Cuba, Esther Gloria Cárdenas.

  • 08/11/2018 07:28:00

    Angola acolhe fórum pan-africano para a cultura de paz em África em 2019

    Luanda - Para abordar aspectos ligados à realização do Fórum Pan-Africano para a Cultura e Paz em África, Bienal de Luanda, bem como a implementação do Projecto de Formação Doutoral, a ter lugar em Setembro de 2019 no país, a Comissão Multissectorial reuniu na quarta-feira, em Luanda, sob orientação da coordenadora, Carolina Cerqueira.

  • 05/11/2018 03:31:28

    Muzongue da Dipanda com Bonga Kuenda no Centro Cultural Kilamba

    Luanda - O Muzongue da Dipanda marcado para domingo, 11, no Centro Cultural e Recreativo Kilamba, em Luanda, tem como "grande" atractivo musical Barceló de Carvalho "Bonga Kuenda".