Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

24 Setembro de 2018 | 13h21 - Actualizado em 24 Setembro de 2018 | 13h21

Vencedores do concurso Quem Me Dera ser Onda recebem prémios

Luanda - O estudante da província do Zaire, João Lukombo, vencedor do concurso literário Quem Me Dera Ser Onda 2017, recebeu hoje, segunda-feira, em Luanda, como prémio o valor de 975 mil kwanzas.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Para além do valor pecuniário, o vencedor teve ainda direito, à semelhança do 2º 3e 3º classificados, a edição do livro pela União dos Escritores Angolanos (UEA).

Com o livro de contos “O sonho do velho João”, João Lukombo superou Amélia Torres, segunda colocada com o conto “O coelho Resmungão”, e Mauro Rosa, terceira classificada com “A história de um menino que não gosta de estudar”.

A segunda colocada levou como prémio 585 mil kwanzas e o terceiro 390 mil kwanzas.

O secretário geral da UEA, Carmo Neto, afirmou que o concurso visa fomentar o hábito de leitura e escrita nos jovens, bem como na comunidade escolar de forma pedagógica e cultural.

Para si, a prática regular de actividades como leitura e escrita é um factor primordial para o desenvolvimento intelectual das crianças e dos jovens para estimular a sua imaginação e criatividade, potenciando a aquisição de competências e de valores morais e de cidadania.

Por seu turno, o patrono do concurso, o escritor Manuel Rui Monteiro defendeu que os professores, educadores, escritores e jornalistas são as pessoas que cada vez mais devem ajudar a  desenvolver a produção literária juvenil, promovendo eventos mais nacionais.

Numa realização da UEA, o concurso anual é patrocinado pela Fundação Sol e envolve estudantes do 1º e 2º ciclo do ensino secundário, dos 13 aos 17 anos de idade.

O prémio Quem Me Dera Ser Onda visa estimular a criatividade literária das crianças e jovens no domínio da prosa de ficção, premiando os melhores.

Podem concorrer 15 candidatos por províncias, sendo que os temas das composições devem versar sobre “meninos de rua” e as referidas composições não podem ultrapassar oito páginas em formato A4.

Esta é a 8ª edição do concurso.

Assuntos Angola  

Leia também