Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

17 Janeiro de 2019 | 15h27 - Actualizado em 17 Janeiro de 2019 | 17h29

Vinte e cinco grupos inscritos para o Carnaval 2019 em Cabinda

Cabinda - Vinte e cinco grupos carnavalescos, dos quais 12 infantis e 13 da classe de adultos, estão inscritos na Secretaria Provincial da Cultura para o Carnaval em Cabinda.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Segundo o Secretário Provincial da Cultura, Ernesto Barros André, o múnicípio de Cacongo conta com quatro grupos de adultos e 10 infantis, enquanto o Buco-Zau terá no desfile local cinco de adultos e quatro de infantis.

O Belize, mais ao norte da província, tem o registo de seis em adultos e três em infantis.

O desfile provincial está marcado para o dia 5 de Março, defronte ao largo Pedro Benge na cidade de Cabinda, município sede da província.

O título, na classe de adultos, está em posse do grupo Mayeye Kotuqua To Mokana. Em infantis o detentor do título é o grupo Mayeye Bamkaka Batu Bika.

Assuntos Província » Cabinda  

Leia também
  • 08/01/2019 15:34:33

    Lançada obra "Na cama da prostituição"

    Cabinda - A obra literária "Na cama da Prostituição", de autoria do escritor Alírio da Cruz, foi apresentada nesta terça-feira, no Centro Cultural Chiloango, à margem da cerimónia do Dia da Cultura Nacional.

  • 30/11/2018 11:31:48

    Nzaquimuena Aguiar coloca no mercado livro Seja feliz no trabalho

    Cabinda - Seja Feliz no Trabalho é o título da primeira obra de Nzaquimuena Tumba Aguiar, angolana radicada no Brasil, lançada esta quinta-feira, em Cabinda.

  • 09/10/2018 08:40:58

    Ministra da Cultura quer aposta em parcerias público/privadas para o Carnaval

    Cabinda - A ministra da Cultura, Carolina Cerqueira, destacou segunda-feira, em Cabinda, a necessidade de se priorizar as parcerias com o sector privado e a inclusão das iniciativas lúdicas de grupos de cidadãos, para se tornar, cada vez mais, o Carnaval numa manifestação cultural popular, promotora da inclusão social, da amizade e solidariedade.