Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

03 Novembro de 2019 | 18h36 - Actualizado em 04 Novembro de 2019 | 10h22

Ministra apela ao turismo urbano

Luanda- A ministra do Turismo, Ângela Bragança, destacou, neste domingo, em Luanda, a importância de se desenvolver o turismo urbano, como forma de se divulgar e valorizar os lugares históricos e culturais das cidades.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ministra do Turismo, Ângela Bragança

Foto: Clemente dos Santos

A governante falava à imprensa no âmbito do “Tour Pedestre ao Centro Histórico da Cidade Velha de Luanda”, uma organização da Associação dos Guias Turísticos e Operadores Árticos de Angola, em parceria com o Ministério do Turismo.

Para Ângela Bragança, é necessário promover-se, explorar-se e valorizar-se as rotas turísticas e históricas culturais de Luanda, realçando que ganha no turismo quem tem oferta diversificada.

“Vamos valorizar este centro histórico e toda a baixa de Luanda, para torná-lo aprazível a quem nos visita”, apelou.

Olhando para o "Tour Pedestre", explicou que será uma mais-valia para o trabalho que se fará no futuro, em coordenação com o Governo da Província de Luanda, os Ministérios da Cultura, dos Desportos, universidades e operadores turísticos.

“Dentro de dias, teremos um cruzeiro a escalar Luanda e, muitas vezes, perguntamo-nos  o que é que vamos oferecer”, disse.

Participaram do passeio turístico estudantes de hotelaria e turismo, guias turísticos, turistas, professores e outros.

O roteiro turístico incluiu a Igreja de Jesus, Igreja da Misericórdia, Travessa do Pelourinho, Bairro dos Coqueiros, Rua dos Mercadores, Igreja dos Remédios, Museu de Antropologia, Rua das Flores, Largo do Baleizão, Calçada Simão Mascarenhas, Museu de História Militar, Rua dos Enforcados, Palácio de Dona Joaquina, Palácio de Ferro, Igreja da Nazaré e imediações do Palácio da Cidade Alta e outras instituições que preservam parte da memória histórica de Luanda.

Assuntos Angola  

Leia também