Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

04 Dezembro de 2019 | 21h08 - Actualizado em 05 Dezembro de 2019 | 07h42

Romance "Ressurreição" já nas bancas

Luanda - A obra literária intitulada "Ressurreição", da escritora Helena Dias, já está disponível nas bancas, depois do seu lançamento, nesta quarta-feira, em Luanda.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Escritora Helena Dias

Foto: António Escrivão

O romance, lançado pela editora Alupolo proporciona, nas suas 161 páginas, uma viagem ao quotidiano angolano, com referências para a província de Luanda (Cazenga) e Cabinda, onde os protagonistas aprendem a lidar com a dor, a desilusão, amarguras do passado e o ressentimento do presente.

Nesta obra envolvente de paixão, que corrompe a moralidade, a história envolve inúmeras promessas, tristezas não eternas e uma constante oscilação entre o doce e o amargo, levando a autora retratar o quotidiano da vida real.

Segundo a apresentadora do livro, a escritora Lueji Dharma, a obra retrata a realidade das províncias de Luanda (Cazenga) e Cabinda, contada, numa voz feminina.

Considerou que tenta resgatar aqueles que não têm voz, colocando assim “Ressurreição” dos que já estão mortos no alcoolismo, nos boatos, difamação, falta de sonhos, oportunidade.

“Ressurreição vem dizer que ainda há esperanças”, referiu.   

Para a autora, a obra relata situações do quotidiano angolano, onde narra a resiliência de um jovem que vive situações desagradáveis.

“É uma história sobre aquilo que a vida pode nos oferecer e o que podemos ir a luta”, referiu.

Quanto a escolha do município do Cazenga no retrato da sua história, Helena Dias referiu que é um município totalmente marginalizado, mas que guarda em sim grandes narrativas positivas de superação.

Sobre a autora

Helena Dias nasceu em Luanda aos 19 de Fevereiro de 1991. A escritora é também professora, consultora de comunicação, declamadora, contadora de histórias e apaixonada por arte.

É membro do movimento artístico literário Lev’arte e da União Brasileira de Escritores – UBE. Em 2016 participou da antologia poética feminina “O Canto da Kianda”, em 2019 participou da antologia de escritoras negras de África e do Brasil “Negras de lá, Negras daqui” e da antologia “A Poesia Multicultural”.

Tem participação em eventos internacionais como é o caso da Bienal do livro, intercâmbios culturais entre países africanos e comunidades afrodescendentes e recentemente o FESCALA - Festival de Cinema, Arte e Literatura Africana.

Assuntos Angola  

Leia também
  • 04/12/2019 08:52:20

    Ana Clara aborda em livro "Máscaras Cokwe"

    Luanda - A coreógrafa e investigadora angolana Ana Clara Guerra Marques apresenta, a 11 deste mês, em Luanda, o livro "Máscaras Cokwe: a linguagem coreográfica de Mwana Phwo e Cihongo".

  • 02/12/2019 12:26:47

    Exposição itinerante "Heroínas Africanas" na UCAN

    Luanda - A exposição itenerante "Heroínas africanas da luta de libertação contra o colonialismo" estará patente de 3 a 5 de Dezembro, na Universidade Católica de Angola, em Luanda.

  • 01/12/2019 07:13:26

    João Mapito vence Variante 2019

    Luanda - O representante da província do Cuando Cubango, João Mapito, venceu, na noite deste sábado, em Benguela, o Festival Nacional de Música Popular Angola (Variante), edição 2019.