Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

18 Abril de 2019 | 13h38 - Actualizado em 18 Abril de 2019 | 13h30

Rebita ganha estatuto de património cultural imaterial

Luanda - A música e dança rebita ganhou o estatuto de património cultural imaterial nacional, de acordo com o Decreto Executivo nº 108/19 publicado em Diário da Republica de 11 de Abril.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Com a sua classificação como património nacional, o Executivo pretende evitar o seu desaparecimento e promover medidas visando a sua valorização e preservação para as gerações futuras.

A rebita é um género de música e dança de salão angolana que demonstra a vaidade dos cavalheiros e o adorno das damas. Dançada em pares, a partir de coreografias coordenadas pelo chefe da roda, executam gestos de generosidades gesticulando a leveza das suas damas, marcando o compasso do passo da massemba.

O charme dos cavalheiros e a vaidade das damas são notórios, enquanto dança se vai desenvolvendo no salão as trocas de olhares, e os sorrisos entre o par são frequentes. É dançada em marcação de dois tempos, através da melodia da música e do ritmo dos instrumentos.

A rebita tem a sua origem mais directa na dança angolana semba (umbigada).

Assuntos Angola  

Leia também