Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

20 Maio de 2019 | 23h16 - Actualizado em 21 Maio de 2019 | 07h34

Obras literárias contribuem na moralização da sociedade

Huambo - A qualidade dos conteúdos das obras literárias dos escritores angolanos já é mais desejada para contribuir nas acções da moralização da sociedade, afirmou hoje, segunda-feira, no Huambo, o escritor João Angelino.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Entrevistado pela ANGOP para abordar o estado actual da literatura angolana, o autor do livro “Efeitos do Passado”, publicado em 2018, sublinhou que os escritores angolanos têm, nos últimos tempo, procurado retratar, nos as suas obras, com elevada preocupação, à problemática da moralização da sociedade e sua solução.

Segundo ele, têm transmitido aos leitores e aos cidadãos, de forma geral, princípios e valores cívicos e morais que contribuem para uma boa conduta social.

O também linguista e jornalista do Jornal Internacional de Portugal (Tornado) admitiu que os livros artísticos constituem instrumentos de excelência para reforçar o processo de moralização da sociedade, tendo em conta a construção de uma Pátria mais coesa e harmoniosa.

Entretanto, apontou os altos custos de produção e fraca comercialização como sendo os principais motivos do desencorajamento dos escritores, pois a interacção dos dois pressupostos no país ainda não garante sustentabilidade financeira para esta actividade.

João Angelino advogou, por isso, a necessidade do Governo angolano reforçar as políticas de incentivo à produção literária e o gosto pela leitura, de modo a permitir um maior desenvolvimento do mercado nacional, quer em qualidade, quer em quantidade.

O autor disse que está a trabalhar para publicar a segunda edição do livro “Efeitos do Passado” e preparar outras duas obras com o título “Biscato do Diabo” e “Angolano não é  negro”.

Assuntos Província » Huambo  

Leia também
  • 20/05/2019 23:05:38

    ALCA promove Feira do Livro e do Artesanato

    Huambo - A Associação Literária e Cultural de Angola (ALCA) no Huambo promove, desde segunda-feira, a I edição da Feira do Livro e do Artesanato, no âmbito das comemorações do Dia de África, que se assina no próximo dia 25.

  • 18/05/2019 13:17:13

    Falta de dinheiro impede recuperação das peças do Museu do Huambo

    Huambo - A recuperação das peças históricas e culturais desaparecidas durante o conflito armado no Museu regional do Huambo, na sua maioria em posse dos cidadãos, está condicionada pela falta de dinheiro, com vista a enriquecer as suas colecções.

  • 14/05/2019 15:26:33

    Reabilitação do museu interrompida por falta de dinheiro

    Huambo - A reabilitação do museu da província do Huambo, iniciada em Julho de 2017, está parada há um ano por falta de dinheiro, facto que gera constrangimentos ao funcionamento da instituição.