Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

19 Junho de 2019 | 20h36 - Actualizado em 19 Junho de 2019 | 20h47

Diplomatas angolanos inteiram-se da primeira Bienal de Luanda

Luanda - A primeira Bienal de Luanda, denominada "Fórum Pan-Africano para Cultura de Paz", a ter lugar de 18 a 22 de Setembro, foi apresentada, nesta quarta-feira, aos diplomatas angolanos reunidos no VIII Conselho Consultivo do Ministério das Relações Exterior, pela ministra da Cultura, Carolina Cerqueira.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Ministra da cultura, Carolina Cerqueira(Arquivo)

Foto: Rosário dos Santos

Embaixadores participantes ao VIII Conselho Consultivo do MIREX

Foto: Francisco Miúdo

O evento tripartido, organizado pelo governo de Angola, União Africana e a UNESCO, vai reunir vários representantes de governos africanos, da diáspora, sociedade civil, comunidade artística e científica, bem como instituições académicas e organizações internacionais.

A bienal, que para além de Luanda, realiza-se em Benguela, visa criar um espaço de reflexão sobre temas como a cultura de paz e não-violência, o papel da juventude no combate à corrupção e a difusão de obras artísticas.

Carolina Cerqueira fez saber que, no âmbito da estratégia da diplomacia cultural, o pelouro decidiu envolver os diplomatas angolanos na realização do evento, já que a bienal é de cariz internacional.

Para a governante, o certame vai propiciar aos presentes a ter uma nova visão sobre a convivência e o relacionamento mútuo entre os africanos e a diáspora.

Com a Bienal de Luanda, Angola quer promover também a harmonia e irmandade entre os povos através de actividades e manifestações culturais e cívicas, com a integração das elites africanas e representantes da sociedade civil, autoridades tradicionais e religiosas, assim como intelectuais, artistas e desportistas.

Em cinco dias de actividades, Luanda será transformada num espaço de intercâmbio e de promoção da cultura africana, envolvendo individualidades ligadas às artes, política, sociedade, entre outros.

A bienal visa ainda a criação de um movimento africano que, possa disseminar a importância da cultura de paz, tendo em conta o desenvolvimento e afirmação dos países africanos em vários domínios, particularmente na defesa dos direitos humanos e das minorias, assim como o combate à corrupção.

O programa do evento incluirá discussões em torno do papel da juventude no combate à corrupção e a protecção da mulher contra a violência doméstica, a resolução de conflitos, bem como os desafios para o reforço  do diálogo e da amizade entre os povos.

A realização  em Angola prova a vontade política do governo em estabelecer uma cooperação  cada vez mais estreita  com a Unesco com vista a promoção  de uma verdadeira cultura de paz em África e representa o reconhecimento do exemplo de Angola no fortalecimento da Paz e da reconciliação nacional.

Entre os países convidados, Egipto, Marrocos, Etiópia, Quénia, Ruanda, Mali, Nigéria, Cabo Verde, República do Congo, RDC, Namíbia, África do Sul, Brasil e Itália já confirmaram as suas presenças na Bienal de Luanda.  

Assuntos Cultura  

Leia também
  • 18/06/2019 13:35:17

    Aberto encontro sobre autoridades tradicionais

    Luanda - O terceiro encontro das autoridades tradicionais abriu, nesta terça-feira, com um apelo da ministra da Cultura, Carolina Cerqueira, sobre a necessidade da contribuição da classe no desenvolvimento das comunidades e no processo das autarquias locais.

  • 13/06/2019 22:59:41

    Top dos Mais Queridos homenageia "Cantares da Terra"

    Luanda - A edição 2019 do Top dos Mais Queridos, a ser realizada no dia 5 de Outubro, vai homenagear os "Cantares da Terra", anunciou hoje, quinta-feira, o representante da comissão organizadora, Agnaldo Cahilo.

  • 13/06/2019 14:21:24

    Bienal da CPLP antecipada para este mês

    Luanda - A 9ª edição da Bienal de Jovens Criadores da Comunidade dos Países de Língua Portuguesa (CPLP), inicialmente prevista para Julho, realiza-se entre os dias 24 a 28 deste mês, na capital angolana (Luanda), com a participação de 200 jovens, na ordem de 20 por cada país.