Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

27 Junho de 2019 | 08h53 - Actualizado em 27 Junho de 2019 | 12h04

Nsoki na lista global dos jovens africanos mais influentes

Luanda - A cantora angolana Nsoki consta da lista dos "100 Jovens Africanos mais influentes com menos de 40 anos" na categoria de Mídia e Cultura, distinção feita pela organização americana MIPAD.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Cantora Nsoki (Arquivo)

Foto: FMiudo

Trata-se de uma lista anual de distinção de 100 jovens africanos e afro-descendentes que têm tido contribuições positivas em quatro categorias (Política e Governação; Negócios e Empresariado; Religião e Humanitária e Mídia e Cultura).

A distinção da MIPAD (Most Influential People of African Descent), em português Pessoas Mais Influentes de Origem Africana, e enquadra-se na década internacional para pessoas africanas ou de descendência africana, proclamada pela Assembleia Geral das Nações Unidas pela resolução 68/337 a ser observada de 2015-2024.

Em 2018, a mesma organização incluiu na lista o ministro da Administração do Território e Reforma do Estado, Adão de Almeida, na categoria de Política e Governação, assim como o empresário Ivanilson Machado (Negócio e Empresariado).

O facto foi confirmado à Angop pela agente da cantora, Nilsa Lima, referindo que a apesar de ter-se iniciado na vida artística em 2012, a artista angolana Nsoki ficou conhecida em África e no mundo à partir de 2017 aquando do lançamento do hit “África Unite” que ecoou por África, e as comunidades africanas pelo mundo afora.

Em 2018, a cantora e o Tanzaniano Rayvanny lançam “African Sunrise” o que colocou a artista em alta naquele país, ganhando milhares de seguidores.

Nsoki lançou um single em Outubro de 2012 com as participações de Nanutu e Johnny Ramos, que marcou o começo da promissora carreira, com a música “Meu Anjo” (título do seu primeiro álbum lançado 2013).

Em 2013 foi surpreendida com três nomeações na primeira edição do Angola Música Awards nas categorias de Artista Revelação, Melhor Voz Feminina e Música do Ano,foi nomeada para o concurso Divas de Angola 2013 na categoria de Diva da Música, venceu em duas categorias no consagrado Top da Rádio Luanda: Voz Revelação Feminina e Melhor Voz Feminina do Ano, e foi também premiada como Artista Revelação no Moda Luanda 2014.

Nsoki foi a artista mais nomeada nos Angola Music Awards 2014 realizado em Setembro com sete nomeações, tendo ganho na categoria de Artista Feminina do Ano.

Assuntos Cultura  

Leia também
  • 26/06/2019 15:23:00

    Literatura e cinema na agenda do Festikongo

    Mbanza Kongo - Quatro obras literárias de escritores angolanos e uma estrangeira serão lançadas em Mbanza Kongo, província do Zaire, no decorrer da primeira edição do Festival Internacional da Cultura, Artes e Turismo(Festikongo), de 5 a 8 de Julho próximo.

  • 25/06/2019 15:42:10

    Exposição "Angola Janga" abre sexta-feira

    Luanda - Uma exposição denominada "Angola Janga" vai acontecer de 28 deste mês a 11 de Agosto próximo, em Luanda, numa iniciativa do Centro Cultural Brasil-Angola e a embaixada do Brasil acreditada em Angola.

  • 25/06/2019 15:41:21

    Ministra da Cultura reitera continuidade dos projectos do sector

    Luanda - A ministra da Cultura, Maria da Piedade de Jesus, reiterou, nesta terça-feira, em Luanda, que vai dar continuidade aos projectos em diversas vertentes já estabelecidos no sector.