Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

20 Agosto de 2019 | 02h55 - Actualizado em 20 Agosto de 2019 | 11h22

Feira do livro congrega 100 expositores

Luanda - A 13ª Edição da Feira Internacional do Livro e do Disco de Luanda abriu nesta segunda-feira, na Baía da capital do país, com pelo menos 100 expositores.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Exposição literária (Arquivo)

Foto: BARTOLOMEU DO NASCIMENTO

O evento deste ano, aberto pela ministra da Cultura, Maria da Piedade Jesus, regista um incremento de 60 participantes em relação à edição de 2018 (40 expositores).

Na presente edição, o certame que acontece sob o signo "Luanda é Leitura" congrega representantes de bibliotecas, livrarias, editoras e produtoras musicais de referência em Angola, entre as quais a União dos Escritores Angolanos (UEA).

Estão também entre os expositores a Biblioteca Multicultura, as livrarias Irmãs Paulinas, Cheikh Anta Diop, Novo Chá de Caxinde, Magas, Criativa e Lemos.

A esses juntam-se, entre outros, os editores Acácias, Where Angola e Mayamba, bem como os produtores LS Produções, Movimento Litteragris, Instituto Nacional das Indústrias Culturais, ISTC, International Angola SucessTraning, Jesus Vive em Mim, AMS-Comercial, Comunidade Islâmica de Angola e Projecto de Educação Musical para a Saúde.

Participam ainda, a título individual, os cantores e compositores angolanos Carlos Lamartinte, Voto Gonçalves, Tonito, Anabela Aya, Cídia Boyoth e Érica Nelumba, além dos escritores Filomeno Pascoal e Miguel Francisco.

Durante sete dias, os participantes vão promover palestras e sessões de venda e autógrafos de livros e discos de autores nacionais e estrangeiros.

O evento, realizado pelo Governo Provincial de Luanda, com produção da Arte Viva, Edições e Eventos Culturais, prevê oferecer igualmente aos visitantes concertos e recitais de poesia.

"A intenção é congregar o maior número de expositores e acabar com a ideia de que existem em Luanda poucas livrarias e editoras", expressou o responsável da Arte Viva, Jomo Fortunato.

Por sua vez, a ministra da Cultura, Maria da Piedade Jesus, considerou importante o certame, porque vai contribuir na promoção do livro e fomentar os hábitos de leitura.

A Feira visa promover a circulação do livro e do disco, facilitando o seu acesso e a circulação.

Pretende-se ainda reforçar o intercâmbio cultural e comercial entre editores, livreiros, discotecários, músicos e expositores estrangeiros, alargando e proporcionando o debate sobre questões musicais e literárias.

Assuntos Literatura   Música  

Leia também
  • 16/08/2019 17:47:50

    Cutana Carvalho lança CD "4 Ventos"

    Luanda - A cantora gospel angolana Cutana Carvalho anunciou, nesta sexta-feira, em Luanda, o lançamento do seu primeiro disco a solo "4 Ventos", no dia 17 de Setembro.

  • 12/08/2019 18:22:05

    Músico Ney G enfrenta mercado com "Sonhos"

    Luanda - Depois de um ano mergulhado no estilo kuduro, sem comprometimento, o músico angolano Ney G decidiu enveredar para o género Guetho Zouk e lançar, em Novembro deste ano, um álbum digital, (apenas disponível na plataforma Youtube - na internet) com pelo menos cinco faixas musicais, intitulado "Sonhos".

  • 02/08/2019 22:42:29

    Salas Neto lança obra literária "As Kassumunas do Bairro Indígena"

    Luanda - "As Kassumunas do Bairro Indígena " (Ensaio para uma autobiografia avulsa) é a nova obra literária do jornalista Salas Neto, apresentada esta sexta-feira, na Casa de Cultura Njinga Mbande, no distrito urbano do Rangel, em Luanda.