Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

06 Setembro de 2019 | 10h01 - Actualizado em 06 Setembro de 2019 | 15h19

Patrícia Faria regressa ao mercado com "De Caxexe"

Luanda - Dez anos depois do "Baza Baza", a cantora angolana Patrícia Faria regressa ao mercado discográfico com o lançamento, dia 06 de Outubro, da sua terceira obra intitulada "De Caxexe".

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Patrícia Faria com novo disco para o marcado (arquivo)

Foto: Pedro Parente

Trata-se de um disco com 18 músicas trabalhadas a base, maioritariamente, de semba, com incursões na tchianda, kizomba e gospel.

Neste novo rebento, a antiga integrante do grupo musical feminino As Gingas do Maculusso recorreu aos préstimos de Bonga, Xabanu, Guilhermino, Heavy C, Kenny Bus, Dodo Miranda, Sassa Tchokwe Internacional, entre outras referências da música angolana.

A produção musical esteve a cargo de DJ Mania, Heavy C, Chico Viegas e Nelo Paim.

Em entrevista à Angop, a artista considera ser este, um disco que a levou a fazer uma viagem interessante pelo semba mais conservador, mergulhando na sua origem, passando, também, para uma versão mais moderna e actual.

Mais do que lançar discos, Patrícia Faria realçou o seu compromisso com a qualidade das suas obras, mas lamentou a falta de condições quer financeiras, como de índole emocional e consequentemente criativa, para colocar uma obra no mercado.

“Mercado este que, por sinal, precisa de ser mais inclusivo para os fazedores de arte e não exclusivo a uma certa franja de profissionais do ramo”, realçou.

Patrícia Faria, não precisou o número de cópias editadas, mas adiantou que a Xicote Produções irá colocar no mercado cópias suficientes para os fãs.

Cantora e radialista, Patrícia Faria iniciou a carreira como integrante do grupo As Gingas do Maculusso, mas desde 2003, com o lançamento do disco “Emé Kia”, segue carreira a solo.

Em 2009, editou e publicou o “Baza Baza”.

Assuntos Angola  

Leia também
  • 05/09/2019 18:18:30

    Bienal de Luanda ganha parceiros

    Luanda - A empresa Tegma e o Banco de Negócios Internacional (BNI) tornaram-se, nesta quinta-feira, parceiros oficiais da Bienal de Luanda - Fórum Pan-Africano para a Cultura de Paz, a acontecer entre 18 a 22 deste mês, em Luanda.

  • 02/09/2019 15:31:15

    Turismo apadrinha Orquestra Sinfónica do Kapossoca

    Luanda - A ministra do Turismo Ângela Bragança, assumiu hoje, segunda-feira, em Luanda, o compromisso de apadrinhar a Orquestra Sinfónica do Kapossoca, como forma de contribuir no processo de integração social e escolar das crianças.

  • 31/08/2019 00:06:58

    Resenha Cultural: Reunião da comissão sobre fenómeno religioso marca semana

    Luanda - A reunião da comissão interministerial encarregue do acompanhamento do exercício da liberdade religiosa, crença e culto em Angola marcou a semana que hoje, sábado, termina.