Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

09 Setembro de 2019 | 15h57 - Actualizado em 09 Setembro de 2019 | 18h06

FestiSumbe volta à agenda cultural

Luanda - Quatro anos depois, o Festival Internacional de Música do Sumbe (FestiSumbe) está de volta à agenda cultural, com a realização, a 15 e 16 deste mês, da edição de 2019, na Marginal do Sumbe, capital da província do Cuanza Sul.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Banda Kassav entre os estrangeiros que já passaram pelo festisumbe (arquivo)

Foto: Antóio Escrivão

Trata-se da primeira, das quatro edições, sob a responsabilidade da LSRepublicano, produtora que assume as despesas da realização do evento, fruto do memorando assinado com o Governo Provincial do Caunza Sul.

Até a interrupção, em 2015, o evento teve como principal realizadora a promotora Casa70, bem como a Sector Sete, tendo esta última produzido duas edições. 

O festival foi interrompido em 2015 devido a obras de requalificação do local, como forma de dignificar os artistas e o público que por lá se deslocam durante os dois dias do evento.

Enquadrado no programa das festas da cidade do Sumbe, 15 de Setembro, o festival tem sido a maior referência cultural da urbe, que se orgulha de ser a terra de nascimento de nomes como Yuri da Cunha, Proletário, Tino Silva, entre outras figuras da cultura angolana. 

Em dois dias de jornada, o FestiSumbe provoca uma romaria significativa de amantes da boa música, tornando a cidade na capital da cultura do país e uma referência incontornável no mosaico musical.

Em 17 anos de existência, o palco do festival recebeu grandes referências da música angolana e estrangeira, entre os quais os antilhanos Kassav, Banda Swing, Experienc 7, Thierry Cham, Ives Honore, os cabo-verdianos Livity, Boy G Mendes, Suzana Lubrano, Beto Dias, bem como a banda britânica UB40.

Do mercado nacional já passaram pelo palco do FestiSumbe, entre outros, Bessa Teixeira, Sabino Henda, Justino Handanga, Proletário, Givago, Anselmo Ralph, Euclides da Lomba, Yannick Afroman, Bangão, Yuri da Cunha, Kyaku Kyadaff, Baló Januário, Ary, Big Nelo, C4 Pedro, Dom Kikas e Margareth do Rosário.

Assuntos Angola  

Leia também
  • 09/09/2019 16:48:23

    FestiSumbe com 30 artistas nacionais

    Sumbe - Pela primeira vez desde o seu início, em 2002, o Festival Internacional da Música do Sumbe ?FestiSumbe?, marcado para os dias 15 e 16 deste mês, contará apenas com artistas angolanos.

  • 09/09/2019 14:58:05

    Intercâmbio reúne profissionais das artes

    Luanda - Profissionais e docentes universitários de artes do Instituto Superior de Artes (ISART), do Peru, Israel, Polónia, dos Estados Unidos da América (EUA) e artistas plásticos nacionais reúne entre 11 a 20 durante um intercâmbio artístico-cultural, em Luanda, numa iniciativa da Fundação Arte e Cultura (FAC).

  • 09/09/2019 14:03:53

    Ministra da Cultura quer espírito patriótico

    Luanda - A ministra da Cultura, Maria da Piedade de Jesus, exigiu, nesta segunda-feira, em Luanda, aos quadros do sector espírito patriótico, coesão e harmonia para a concretização das acções ligadas à preservação, divulgação e internacionalização da identidade cultural angolana.