Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

25 Janeiro de 2020 | 05h10 - Actualizado em 25 Janeiro de 2020 | 08h47

Semba ganha primeira galeria de exposição em Luanda

Luanda - A primeira galeria de exposição, denominada Galeria do Semba, foi inaugurada sexta-feira, no Centro Cultural e Recreativo Kilamba, em Luanda, pela presidente da Comissão Administrativa da Cidade de Luanda (CACL), Antónia Nelumba.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Trata-se de um espaço destinado a ilustrar a história do Semba, enquanto género musical, através de um acervo iconográfico e sonoro, constituído por fonogramas, fotografias, capas de discos, cartas, instrumentos musicais de executantes referenciais e outros documentos.

A Galeria do Semba inclui no seu projecto, a criação de um Centro de Documentação e Informação que vai acolher uma vasta programação de extensão cultural, com destaque para concertos acústicos de pequena dimensão, visitas programadas de estudantes, ateliês e debates sobre a criação, produção, edição, promoção e distribuição da discografia e títulos bibliográficos sobre o Semba.

De acordo com o coordenador da comissão instaladora da galeria, Jomo Fortunato, pretende-se inserir, igualmente, o projecto no roteiro turístico de Angola, dando a conhecer à generalidade do público a história do Semba, aproximando, num só espaço, cantores, compositores e instrumentistas que contribuíram para a edificação da história da Música Popular Angolana, em particular do Semba.

Considerou o espaço como um repositório documental, memória musical, com uma dimensão museológica aberta à contribuição de todos na recolha de capas de discos, fotografias e outros materiais.

"É uma galeria do Semba, mas que no fundo alberga outras artes como teatro, dança, música, cuja dimensão musical não pode ser separada da funcionalidade e do interesse histórico das outras artes”, disse.

Disse que a galeria estará, numa primeira fase, aberta de forma gratuita a estudantes, investigadores e pessoas interessadas em conhecer a história do Semba, mas aventou a possibilidade de no futuro de se pagar um valor simbólico para o acesso ao espaço.

Com a Galeria do Semba almeja-se facilitar o acesso e fruição da generalidade do acervo iconográfico sobre a história do Semba, proporcionando a divulgação das principais referências culturais no domínio de um género musical que teve a sua origem e desenvolvimento na região de Luanda e no espaço linguístico Kimbundu.

A galeria servirá, também, para reforçar o intercâmbio cultural e comercial entre as instituições culturais e agências de turismo, proporcionando o debate sobre a criação musical contemporânea na sua relação com a história da Música Popular Angolana.

O Semba é o substracto, o húmus que define, conforma e dá vida à galeria, através da exposição de retratos e imagens de precursores, compositores, intérpretes, instrumentistas, dançarinos, bem como de actividades sócio-culturais ligados a esse género musical.

O som ambiente do espaço físico é preenchido com música de fundo Semba, assim como proporciona aos visitantes uma cabine áudio para consulta e audição de temas musicais de interesse do universo Semba.

No espaço serão também expostas imagens de artistas angolanos interpretes de outros estilos musicais, em homenagem à angolanidade que perpassa e tonifica todos os géneros musicais produzidos, ao longo de várias épocas e circunstâancias, por distintos cantores nacionais.

Assuntos Província » Luanda  

Leia também
  • 25/01/2020 03:28:13

    Aberta exposição colectiva Traços de Luanda e sua gente

    Luanda - Uma exposição colectiva com vinte obras inéditas, denominada "Traços de Luanda e sua Gente, foi aberta sexta-feira, em Luanda, no espaço cultural Elinga Teatro, e fica patente até 9 de Fevereiro.

  • 17/01/2020 20:06:33

    BJAP sugere abertura de mais galerias públicas

    Luanda- O coordenador da Brigada Jovem de Artistas Plásticos (BJAP) ,Adão Mussungo, sugeriu hoje (sexta-feira) em Luanda, abertura de mais galerias públicas, de formas a promover o trabalho feito pelos fazedores de artes e incentivar o surgimento de novos talentos.

  • 08/01/2020 15:59:29

    Exposição marca dia da cultura em Cacuaco

    Luanda - Um leque de actividades culturais realizadas no município de Cacuaco, em Luanda , no largo da Igreja São João Baptista , marcam ,hoje quarta-feira, as comemorações do dia da cultura nacional naquela circunscrição.