Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

23 Janeiro de 2020 | 23h17 - Actualizado em 24 Janeiro de 2020 | 07h36

Teatro angolano carece de financiamento - Mena Abrantes

Luanda - A actual situação do teatro angolano é resultante da falta de financiamento de projectos e capacitação dos seus fazedores considerou, quinta-feira, em Luanda, o encenador Mena Abrantes.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Encenador Mena Abrantes

Foto: António Escrivão

Ao falar durante a 25ª edição do programa "Há Teatro no Camões", marcado pela homenagem a antiga responsável do Instituto Camões, Teresa Mateus, sublinhou que os grupos necessitam de financiamento para a implementação dos seus projectos artísticos.

Mena Abrantes elogiou, também, o trabalho de Teresa Mateus no Instituto Camões, com a realização de debates, música, artes plásticas, cinema, entre outros segmentos artísticos.

Por sua vez, o representante do Horizonte Njinga a Mbande, Adelino Caracol, ressaltou a necessidade da criação de plataformas de debate entre a classe artística para uma consciência de responsabilidade de profissionais que exercem o teatro.

Já a professora Agnela Barros deu igualmente nota positiva ao trabalho de Teresa Mateus no Instituto Camões.

"Teresa Mateus dedicou-se totalmente às artes nacionais e fez do Instituto Camões um ponto de referência da cultura angolana", expressou.

Durante 24 anos o Instituto Camões recebeu 33 grupos de teatro e 55 oradores e outras actividades do segmento cultural artístico.

Criado em 1996, o Centro Cultural Português, também conhecido por Instituto Camões, está instalado no edifício da Embaixada de Portugal em Angola.

 

Assuntos Cultura  

Leia também
  • 23/01/2020 18:28:29

    Cultura investe no restauro de vestígios históricos

    Mbanza Kongo - Trezentos mil euros é o valor a ser aplicado, este ano, pelo Ministério da Cultura (Mincult) em trabalhos de conservação e restauração de alguns vestígios do centro histórico de Mbanza Kongo, província do Zaire.

  • 23/01/2020 04:16:20

    Filme angolano "Ar Condicionado" concorre a dois prémios na Holanda

    Luanda - O filme do realizador angolano Fradique, "Ar Condicionado", concorre a dois prémios no Festival Internacional de Cinema de Roterdão (IFFR, na sigla em inglês), nomeadamente Audience Award e Fipresci Award.

  • 22/01/2020 01:24:25

    Actuação da aviação angolana abordada em livro

    Luanda - Um livro técnico que evidencia a actuação da aviação militar angolana, desde os conflitos gerados por potências mundiais em que o país era o palco de confrontação, as baixas humanas e tecnológicas entre as partes, foi colocado a disposição dos leitores na terça-feira, em Luanda.