Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

23 Fevereiro de 2020 | 22h23 - Actualizado em 23 Fevereiro de 2020 | 22h23

Grupos da Classe B realçam atracções de Luanda

Luanda - As atracções turísticas, culturais, gastronómicas e as potencialidades económicas de Luanda destacaram-se nos enredos e mensagens transmitidas pelos grupos da Classe B do Carnaval de Luanda, que desfilaram neste domingo, na Nova Marginal.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ao ritmo do semba, kazucuta , dizanda e cabecinha, os grupos exaltaram a beleza das praias, de locais de lazer, como a Ilha do Mussulo, Barra do Kwanza, entre outros espaços de Luanda.

Nas suas canções, as colectividades abordaram a diversidade dos saborosos pratos típicos da culinária de Luanda, como o mufete, calulu e o caldo, alguns destes alimentos apresentados em carros alegóricos, na Nova Marginal de Luanda, palco dos desfiles.

Os 16 grupos, que disputam cinco vagas para a classe A, abordaram ainda as potencialidades agrícolas, piscatórias e da indústria transformadora, para alavancar a economia do país.

A força da mulher zungueira, o simbolismo do Carnaval de Luanda, combate à corrupção, resgate dos valores morais e cívicos, o papel da igreja na moralização da sociedade, importância da educação e direito à justiça mereceram, igualmente, referência no Entrudo da capital do país.

Organizados e trajados com indumentárias coloridas e brilhantes, os integrantes dos grupos exibiram, durante os desfiles, o talento, criatividade e responsabilidade, a cada passo, para cativar a plateia e conquistar maior pontuação do júri, presidido pelo artista plástico Álvaro Macieira.

Entre as principais referências desta classe estão os colectivos União Angola Independente, vencedor do Carnaval de Luanda em 1994, 1995 e 1996, e o União Sagrada Esperança detentor dos títulos de 2011, 2014 e 2015.

Para o 1º colocado desta classe vai receber um milhão e 500 mil kwanzas, o 2º um milhão de kwanzas, o 3º seiscentos mil kwanzas, o 4º quinhentos mil kwanzas e o 5º quatrocentos mil kwanzas.


Na tribuna principal, entre as  várias individualidades, o destaque para a ministra da Cultura, Maria da Piedade de Jesus, secretário de Estado para as Industrias Criativas e Culturais, João da Cunha Lourenço, o Secretário de Estado para a Cultura, Aguinaldo Cristóvão, entre outras personalidades.

Assuntos Carnaval  

Leia também