Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

22 Fevereiro de 2020 | 21h28 - Actualizado em 23 Fevereiro de 2020 | 11h11

Grupos infantis desfilam sob signo da harmonia familiar

Luanda - Sob o signo da paz, amor, respeito pelos direitos das crianças, harmonia familiar, resgate dos valores morais, cívicos e culturais, entre outros temas, 15 grupos infantis passaram este sábado pela pista de rodagem da Nova Marginal de Luanda, no desfile infantil.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Carnaval/2020: Desfile da Classe Infantil

Foto: Nelson Malamba

Carnaval/2020: Desfile da Classe Infantil

Foto: Nelson Malamba

Com o bloco de animação do Banco de Fomento de Angola (BFA) a dar o “pontapé” de saída do desfile, apresentando um tema ecológico sobre a necessidade de se evitar a poluição do ar, dos rios e dos mares, no sentido de se preservar a natureza.

Em 15 minutos de palco, o bloco composto por duzentas crianças transmitiu mensagens sobre a necessidade de todos se empenharem para preservar-se o meio ambiente, de forma a contribuir-se no desenvolvimento sustentável das comunidades.

Apesar do atraso de quase uma hora devido ao chuvisco que se registou em Luanda pouco antes das 16 horas, o público que se fez presente no local teve a oportunidade de ver, dançar e cantar ao ritmo do Carnaval, participando na festa do povo.

Para a fase competitiva, o Cassules 54, do distrito  urbano da Maianga, foi o primeiro a subir ao palco, dando mote para uma luta que envolveu o Cassules Kazukuta do Hoji ya Henda, Cassules do Fogo Negro, Cassules do Twafundumuka, Cassules Kazucuta do Sambizanga, Cassules Petrolíferos e Cassules Sagrada Esperança.

Deram ainda o “ar da sua graça” as colectividades Cassules 10 de Dezembro, Viveiros do Njinga a Mbande, Cassules do Geração Sagrada, Cassules do Juventuda  do Kilamba Kiaxi, Cassules do Mundo da Ilha, Cassules café de Angola, Cassules dos Jovens da Cacimba e Cassules do Amazonas do Prenda.

Os foliões trajados com indumentárias bastantes coloridas, com destaque para as cores vermelha, amarela, preta, azul, branca e verde, traziam nas suas canções mensagens de paz, amor, respeito pelos direitos das crianças, harmonia familiar, resgate dos valores morais, cívicos e culturais, entre outros temas.

A alegria dos grupos contagiou os presentes, que se encontravam ao longo da pista da Nova Marginal, nas bancadas e arquibancadas instaladas no local do evento, que vibraram e aplaudiram a passagem dos foliões, que dançaram o semba, Kazucuta, cabecinha.

Na bancada principal estavam várias individualidades a assistir o desfile infantil, com destaque para a ministra da Cultura, Maria da Piedade de Jesus, secretário de Estado para as Industrias Criativas e Culturais, João da Cunha Lourenço, entre outras personalidades.

Assuntos Angola  

Leia também