Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Lazer e Cultura

02 Agosto de 2020 | 19h31 - Actualizado em 03 Agosto de 2020 | 10h26

Música folclórica marca ritmo de domingo

Luanda - Os amantes da música angolana passaram a tarde deste domingo em simbiose ao ritmo da txianda e do folclórico do norte, ao longo de mais uma edição do Live no Kubico.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Agrupamento Sassa Tchokwe, representantes da música folclórica angolana

Foto: Cedida

Depois de há duas semanas a TPA ter reunido no mesmo palco Socorro, Tunjila Tuwajokota e Baló Januário, coube, este domingo, a vez de mais três referências da música angolana promoverem um passeio pelo folclórico.

Para os amantes da txianda, kassekumuna e candoa, ritmos enraizados no leste do país, principalmente nas Lunda Norte e Sul, a organização do Live no Kubido fez subir ao placo Santos Católica e Sassa Tchokwe.

Numa simbiose entre o tradicional e o clássico, com o uso de instrumentos modernos,  Santos Católica e o agrupamento Sassa Tchokwe mostraram e provaram, mais uma vez, o valor dos ritmos Lunda Tchokwe.

A demonstração dos rituais tchokwe, através das danças associadas a encenação, bem como a presença dos akichi (palhaços) no palco, marcaram a actuação do Sassa Tchokwe e Santos Católica.

Em contraponto ao txianda, os N’dengues do Kota Duro fizeram desfilar os ritmos folclóricos da província de Malanje, em que se destacam bukula, katutula, kaxaxatela e kandanda.

Com temas como "Jimo Ya Dibala", "Mulambeno ", "Mua Sansa", "Tembeleke", "Mikhosa", "Uaxi ua kilo", “Muyeji Muyeji”, “Meu Azar”, “Manazinha”, “Bukula”,  “Katutula”, “Missosso”, “Bukula”,  entre outras referências do seu vasto repertorio,  Os N’dengues do Kota Duro proporcionaram uma viagem pelas terras da Palanca Negra Gigante e da rainha Njinga a Mbande.

Em cerca de três horas, os três convidados da semana fizeram esquecer as dificuldades provocadas pela pandemia da Covid-19 no seio das famílias.

Arrecadação de receitas

Destinado a recolha de apoios para os mais carenciados, a organização arreadou, entre outras ajudas,  700 cestas básicas, numa oferta dos empresários Santos Bikuku e Bento Camganba.

Destinado à recolha de apoio para os mais vulneráveis, o "Live no Kubico" na TPA tem contado com a participação de artistas angolanos de referência.

Dele já participaram Paulo Flores/Bonga/Yuri da Cunha, no concerto "3 G do Semba", Anselmo Ralph, Matias Damásio, Euclides da Lomba/Patrícia Faria e Dom Cateano/Edmásia, os últimos 4 em duetos.

Transmitidos aos sábados, na TPA 2 e TPA Internacional, e aos domingos, na TPA 1,  promoveu também actuações de Ary, GabrielTchiema/Mito Gaspar, Calabeto/Puto Português e com os Jovens do Prenda,  Tunjila Tuajokota, Socorro e Baló Januário, e das divas Patrícia Faria, Yola Semedo e Edmázia.

De igual modo, proporcionou o show com as referências do music hall angolano nos anos 80, e outras actuações de artistas gospel.

Para além da TPA e Zimbo, o "Live no Kubico" é transmitido em directo, em várias redes sociais, em parceria com a Platina Line.

Assuntos Angola  

Leia também
  • 31/07/2020 17:22:45

    Actor angolano Pedro Hossi no programa "Passaporte 2020"

    Luanda - O actor angolano Pedro Hossi integra o grupo de 12 actores do programa "Passaporte 2020", que visa a promoção internacional de nomes da representação portuguesa.

  • 26/07/2020 17:27:45

    PR destaca Live com "divas" angolanas

    Luanda - O Presidente da República, João Lourenço, destacou, este domingo, a importância do programa "Live no Kubico", que leva para o palco quatro "divas" da música angolana.

  • 25/07/2020 15:38:43

    Covid-19: Governo libera actividades artísticas

    Luanda - Cinco meses depois da suspensão da actividade dos parques, museus, áreas de conservação e das realizações artístico-culturais, devido à Covid-19, o Governo voltou a liberar, na quinta-feira, 22, as visitas aos locais de promoção de produtos culturais e turísticos.