Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

17 Outubro de 2001 | 19h44

-

Luanda

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Luanda, 17/10 - O Embaixador da República Árabe SaharauiDemocrática em Angola, Hamdi Bouila, destacou hoje, em Luanda, as"cordiais relações" existentes entre os dois países e povos.

Hamdi Bouila, que apresentou cumprimentos de despedida, no termoda sua missão diplomática, ao Presidente da Assembleia Nacional,Roberto de Almeida, referiu que essas relações evidenciaram-se tanto"nos bons e maus momentos".

O diplomata expressou igualmente a solidariedade da Rasd ao povoangolano no combate que trava contra os actos terroristas praticadospela organização de Jonas Savimbi.

Em relação a questão saharaui, Hamdi Bouila disse ter existidouma tentativa de se desviar o plano de paz aceite pelo Conselho deSegurança das Nações Unidas, mas ficou claro "o direito do povosaharaui a auto-determinação e a independência".

O Embaixador da Rasd explicou que a tentativa do governo deMarrocos de apresentar uma "terceira via" não encontrou ecointernacional e foi rechaçada completamente pela ONU.

"A terceira via visa sequestrar o plano de paz, para que ONUdeixe de cumprir as suas responsabilidades no território+, sublinhou.

Para Hamdi Bouila, "a questão saharaui é um problema colonial,um problema de ocupação marroquina. O Sahara nunca foi marroquino etão pouco será", frisou.

"As pretensões marroquinas são falaciosas e não tem sentidohistórico, político e jurídico e pretendem a confusão e diversãointernacional", concluiu o Embaixador da Rasd.