Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

02 Outubro de 2008 | 12h29 - Actualizado em 03 Outubro de 2008 | 07h58

Embaixador saharaui enaltece reconstrução de Angola

Elogio

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Embaixador da RASD em Angola (Dir.), Luchaa Mohamed-Lamin

Foto: Angop

Luanda – O embaixador da República Árabe Saharaui Democrática em Angola, Luchaa Mohamed-Lamin, considerou quinta-feira, em Luanda, impressionante o processo de reconstrução do país.


O diplomata fez estas declarações após uma visita às instalações da Angop, onde recebeu informações sobre o seu funcionamento.


Para Luchaa Mohamed-Lamin, “é orgulho para todos os africanos, de uma forma geral, ver que um país irmão, que tanto sofreu com a guerra, está a mostrar agora o quanto é capaz através de acções concretas, rumo ao desenvolvimento"


Acrescentou que se pode acompanhar a forma impressionante, sobretudo através dos meios de comunicação social, como decorre o processo de reconstrução de pontes, estradas, construção de fabricas, entre outras infra-estruturas.


O embaixador da República Árabe Saharaui Democrática em Angola disse ainda que a importância deste processo reside também no facto de obras de reconstrução nacional não cingirem-se só a uma determinada zona ou região, mas sim a todo o país.


A trabalhar há cerca de três meses no país, Luchaa Mohamed-Lamin fez referência ao facto de poder ter presenciado o processo eleitoral no país, por intermédio do qual considera que os angolanos deram uma mostra de civismo e maturidade política ao mundo.


Acrescentou que depois de vários anos de guerra e destruição, os angolanos demonstraram ter a capacidade para resolver os seus problemas.


Por este motivo, o diplomata considera que as eleições de 5 de Setembro último em Angola foram um exemplo a seguir por todo o mundo, o que demonstra também que os africanos são capazes de resolver os seus problemas e que a via democrática é a melhor.


Por outro lado, o diplomata felicitou a direcção da Agência Angolana de Notícias (Angop) pelo bom trabalho desenvolvido no sentido de informar, com uma vasta equipa de jovens quadros angolanos que dedicam o seu esforço para dar a conhecer o que é Angola.
 

De acordo com o diplomata, a informação é algo muito importante porque de forma objectiva e justa poderá contribuir na resolução dos problemas do continente, no sentido de que o povo possam encarar o futuro com mais optimismo.