Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

09 Agosto de 2009 | 17h08 - Actualizado em 09 Agosto de 2009 | 19h36

Angola e EUA manifestam interesse em reforçar a cooperação bilateral

Perspectiva

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Ministro das Relações Exteriores, Assunção dos Anjos

Foto: Angop


Luanda – Os governos de Angola e os Estados Unidos da América reafirmaram hoje, domingo, em Luanda, o interesse em reforçar as relações de cooperação, com vantagens recíprocas.

Esta intenção foi manifestada pelo ministro das Relações Exteriores angolano, Assunção dos Anjos, e pela secretária de Estado Hillary Clinton, no almoço oficial oferecido a governante americana, que iniciou hoje visita à Angola, no quadro do périplo por alguns países de África.

De acordo com Assunção dos Anjos, Angola e os EUA convergem no desejo comum de transformar o mundo, tornando-o mais justo e mais seguro, no qual devem prevalecer os valores democráticos, a segurança, as liberdades individuais, os direitos dos povos ao bem estar material e espiritual, num quadro de boa governação, transparência e de livre competitividade económica.

Adiantou estarem igualmente de acordo que o continente africano deva assumir a liderança do seu próprio destino, tornando-se num actor mais dinâmico, na observância dos grandes destinos, pelos quais se rege a comunidade internacional.

Angola é já um dos principais parceiros dos Estados Unidos à sul do Sahara e pretende aprofundar ainda mais o relacionamento de forma a constituir uma base cada vez mais segura, nos domínios político-diplomático, económico e cultural.

Neste sentido, temos vindo a preconizar uma parceria estratégica no âmbito da segurança, no aprovisionamento energético e de justa e equilibrada política de preços no domínio dos petróleos, como condições necessárias para um desenvolvimento harmonioso da economia mundial.

Reafirmou o desejo de que os Estados Unidos continuem a contar com Angola na ampla aliança das nações amigas da paz, do diálogo e manifestamente inimiga da intolerância e dos extremismos.

Por seu turno, a secretária de Estado americana considerou importante fortalecer e alargar as relações entre os dois paises para melhoria das condições de vida dos respectivos povos, regiões e do mundo.

Falou ainda da necessidade de “diálogo estratégico” e de se superar o clima de negócios e investimentos em Angola para a melhoria das condições de emprego e de vida dos angolanos.

Participaram do almoço, ocorrido no jardim da “Cidade Alta”, membros do governo, líderes de bancadas parlamentares e representantes da sociedade civil.

Assuntos Província » Luanda  

Leia também
  • 21/01/2015 19:12:27

    Angola: Constituição é instrumento de unidade dos angolanos

    Luanda - O secretário para organização periférica e rural do Comité Provincial do MPLA de Luanda, Bento dos Santos "Kangamba", considerou hoje, quarta-feira, a Constituição da República como um instrumento de unidade dos angolanos.

  • 21/01/2015 04:00:19

    Jovens da Ingombota aderem ao recenseamento militar

    Luanda - O posto de recenseamento militar, instalado junto as administrações comunais do distrito urbano da Ingombota, em Luanda, continuam a registar a afluência de jovens que responderam ao processo de cadastramento obrigatório, iniciado a cerca de 12 dias, para os cidadãos de sexo masculino nascidos até 1997.

  • 19/01/2015 16:36:23

    Angola: Registados mais de oitenta crimes em Luanda

    Luanda - Cento e cinquenta cidadãos foram detidos pela Polícia Nacional na província de Luanda, na última semana, na sequência do cometimento de 81 crimes diversos, anunciou hoje, segunda-feira, nesta cidade, o sub-inspector Euler Matari.

  • 16/01/2015 17:33:48

    Autoridades policiais evitam violações de fronteira no norte do país

    Luanda - A Polícia de Guarda Fronteira de Angola (PGFA) evitou, nas últimas 24 horas, seis tentativas de violações de fronteira nas províncias da Lunda Norte, Cabinda e Zaire.