Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

02 Dezembro de 2010 | 23h18 - Actualizado em 03 Dezembro de 2010 | 00h35

Dia do Exército cubano festejado em território angolano

Aniversário

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Entidades militares cubanas e angolanas reuniram-se para assinalar os 54 anos das forças armadas de Cuba

Foto: Angop

Luanda – Distintas entidades militares, políticas, empresariais cubanas e angolanas reuniram-se, hoje, quinta-feira, em Luanda, para assinalar os 54 anos do desembarque de Granma, que é igualmente o dia das Forças Armadas Revolucionárias deste país.

O acto, que contou com a presença do Chefe de Estado Maior General das Forças Armadas Angolanas (CEMG/FAA), general de exército Geraldo Sachipengo Nunda, o ministro dos Antigos Combatentes e Veteranos da Pátria, Kundi Paihama, o embaixador de Cuba em Angola, Pedro Ross Leal, o adido militar deste país, Rafael Morasen Limonta, serviu igualmente para realçar a cooperação no domínio militar entre os dois países.

Ao intervir durante o acto, o general Morasen referiu que a presença massiva de angolanos na cerimónia é uma mostra do agradecimento deste povo para com os seus irmãos cubanos.

“Em 1956, na costa sul oriental desembarcou Fidel Castro e outros companheiros, marcando um dos actos mais marcantes da história pela independência de Cuba”, disse.

O general Morasen fez um historial do processo de luta do povo cubano e os sacrifícios consentidos para a sua independência.

Acrescentou que apesar disso,  ainda não foram atíngidos todos os objectivos, pelo facto dos Estados Unidos da América (EUA) não permitirem, através da imposição de um bloqueio e várias actividades com a finalidade de sabotar os avanços nos distintos sectores.

Referiu que a data é recordada com jubilo, uma vez que foi um dia como hoje que permitiu que Cuba se mostrasse ao mundo.

Por sua vez, o CEMG/FAA, general Geraldo Sachipengo Nunda, referiu que com a República de Cuba existe um boa cooperação de amizade, particularmente na formação militar, ao nível de engenharia e no domínio da saúde, onde a maioria dos médicos expatriados são cubanos.

Por este facto, a cooperação com este país da América Central é excelente, uma vez que desde a criação do Exército angolano houve um trabalho conjunto e uma relação histórica.

Entre as figuras presentes destaque ainda para o generais Salviano Cerqueira Kianda, Francisco Pereira Furtado, Agostinho Nelumba “Sanjar”, Roberto Leal Monteiro “Ngongo”, Ludy Kissassunda, entre outras.

Assuntos Província » Luanda  

Leia também