Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

22 Agosto de 2012 | 23h03 - Actualizado em 22 Agosto de 2012 | 23h03

Mais de mil ex-FAPLA recebem subsídio de desmobilização

Moxico

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Luena – Mil e 379 ex-militares das Forças Armadas Popular de Libertação de Angola (FAPLA), residentes no município do Moxico (sede), iniciaram esta semana a receber os seus subsídios de desmobilização.

Em declarações à Angop, o chefe do grupo de atendimento dos ex-militares, major Mateus Tulumba, disse que o processo começou no município sede (Moxico) e dentro de alguns dias estender-se-á aos outros oitos municípios que compõem esta província.

A acção, que prioriza os antigos soldados e sargentos, decorre sem sobressaltos e os subsídios entregues vão de 55 a 200 mil Kwanzas, dependendo do grau militar que ostentava o beneficiário.

O responsável indicou que nesta primeira fase estão contemplados a nível da província do Moxico mil e 779 beneficiários, esclarecendo que o dinheiro dos compatriotas falecidos será entregue aos seus familiares, depois de comprovado.

Eduardo Cavumba, um dos contemplados, manifestou-se satisfeito por ter recebido o seu subsídio e enalteceu o gesto do executivo angolano.

Por seu turno, José Fernando e Rosa Noémia, igualmente antigos militares das FAPLA, disseram merecer o subsídio como uma forma do governo reconhecer o sacrifício feito na defesa da pátria e a independência nacional conquistada a 11 de Novembro de 1975.

Assuntos Província » Moxico  

Leia também
  • 09/02/2019 08:11:23

    UNITA intensifica mobilização para eleições autárquicas

    Luena - A UNITA, maior partido na oposição, está a intensificar as actividades de mobilização da população dos municípios de Camanongue, Luacano, Cameia e Léua, província do Moxico, no âmbito da preparação das eleições autárquicas, previstas para 2020 no país.

  • 07/02/2019 20:04:52

    Secretário da CASA-CE demissionário exige indemnização

    Luena - O secretário provincial do Moxico da Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral (CASA-CE), Jeremias Afonso, renunciou esta quinta-feira ao cargo e exige indemnização pelos seis anos ao serviço da organização.

  • 04/02/2019 16:37:21

    Inauguração de vários empreendimentos marca 53º aniversário do início da Luta Armada

    Camanongue - A inauguração de um Jango para os antigos combatentes e veteranos da pátria e do Centro Infantil Comunitário (CIC), hoje, segunda - feira, na sede municipal de Camanongue, pelo governador provincial do Moxico, Gonçalves Muandumba, marcou as comemorações do 53º aniversário do início da luta armada em Angola.

  • 01/02/2019 21:30:14

    FAA apela à transmissão de conhecimento

    Luanda - O chefe do Estado Maior General das Forças Armadas Angolanas, Egídio de Sousa Santos, apelou hoje aos nacionalistas com conhecimento técnico e cientifico a transmitirem o seu legado às novas gerações, por forma a perspectivarem o futuro com a experiência do passado.