Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

27 Março de 2014 | 16h59 - Actualizado em 31 Março de 2014 | 09h11

Moxico: Rainha Nhakatolo enaltece ganhos da paz

Cazombo - A Rainha Nhakatolo Chilombo afirmou nesta quinta-feira que a conquista da paz definitiva em Angola trouxe vários ganhos para a população de Alto-Zambeze, província do Moxico, principalmente nos domínios da educação e saúde.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Falando à Angop, a propósito do Dia da Paz e Reconciliação Nacional (4 de Abril), a soberana dos Luenas/Luvales disse que a Paz permitiu a construção de escolas e postos de saúde, em localidades que nunca antes contaram com estes serviços sociais básicos, mesmo na era da colonização portuguesa.

Apontou igualmente como um dos grandes marcos, nestes 12 anos, a circulação de pessoas e bens em toda a extensão da província, bem como a construção da ponte de betão armado sobre o rio Zambeze, (a maior nesta região Leste de Angola, com 160 metros de cumprimentos e 14 outros de largura), cuja inauguração se prevê para este ano.

A instalação das redes de telefonia móvel das operadoras Unitel e Movicel, bem como de agências dos Bancos de Poupança e Crédito (BPC) e BIC, na sede municipal (Cazombo), são outros ganhos evidenciados pela Rainha Nhakatolo.

Para si, os telefones estão a facilitar a comunicação com qualquer ponto do país e do mundo, enquanto os bancos diminuíram as distâncias que os trabalhadores da Função Pública e outros percorriam para levantarem os seus salários e fazerem outras transacções bancárias.

De igual modo, apontou a colocação de antenas repetidoras da Televisão Pública de Angola (TPA) e da Rádio Nacional de Angola (RNA), que estão a permitir à população acompanhar as ocorrências no país e no mundo.

A Rainha reconheceu o empenho do Executivo e encorajou as autoridades a continuarem a construir mais salas de aulas, para absorver-se mais crianças fora do sistema de ensino.

Solicitou ainda a construção de mais residências para acomodação de professores e enfermeiros, assim como a reabilitação das estradas e pontes, para facilitar a ligação da sede municipal com as comunas.

Nhakatolo é soberana do grupo etnolinguístico bantu Luenas/Luvales. Tem residência oficial em Cavungo, comuna de Nana Candundo.

Grande parte dos povos deste grupo  habita no município de Alto-Zambeze, uma das nove circunscrições da província do Moxico, com uma extensão territorial de 48 mil e 154 quilómetros quadrados.  

Assuntos Província » Moxico  

Leia também
  • 07/02/2019 20:04:52

    Secretário da CASA-CE demissionário exige indemnização

    Luena - O secretário provincial do Moxico da Convergência Ampla de Salvação de Angola - Coligação Eleitoral (CASA-CE), Jeremias Afonso, renunciou esta quinta-feira ao cargo e exige indemnização pelos seis anos ao serviço da organização.

  • 04/02/2019 16:37:21

    Inauguração de vários empreendimentos marca 53º aniversário do início da Luta Armada

    Camanongue - A inauguração de um Jango para os antigos combatentes e veteranos da pátria e do Centro Infantil Comunitário (CIC), hoje, segunda - feira, na sede municipal de Camanongue, pelo governador provincial do Moxico, Gonçalves Muandumba, marcou as comemorações do 53º aniversário do início da luta armada em Angola.

  • 01/02/2019 21:30:14

    FAA apela à transmissão de conhecimento

    Luanda - O chefe do Estado Maior General das Forças Armadas Angolanas, Egídio de Sousa Santos, apelou hoje aos nacionalistas com conhecimento técnico e cientifico a transmitirem o seu legado às novas gerações, por forma a perspectivarem o futuro com a experiência do passado.

  • 31/01/2019 14:02:07

    Técnicos iniciam escavações para retirar urna de Savimbi

    Luena - Técnicos da delegação multidisciplinar iniciaram nesta quinta-feira, no cemitério municipal do Luena, província do Moxico, as escavações para retirar a urna onde estão os restos mortais do antigo líder da Unita, Jonas Savimbi.