Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

10 Novembro de 2015 | 16h32 - Actualizado em 10 Novembro de 2015 | 16h01

Angola: Presidente da República inaugura nova sede da Assembleia Nacional

Luanda - O Presidente da República, José Eduardo dos Santos, inaugurou na tarde de hoje, terça-feira, em Luanda, as instalações da nova sede da Assembleia Nacional.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Assembleia Nacional da República de Angola com nova casa

Foto: Pedro Parente

A cerimónia contou com a presença do presidente da Assembleia Nacional, Fernando da Piedade Dias dos Santos, de representantes dos poderes político, legislativo e judicial, bem como de diversos convidados, com destaque para entidades religiosas e da sociedade civil.

O imponente edifício está localizado no distrito urbano da Ingombota, dentro do perímetro do Centro Político Administrativo, numa área de implantação de 72 mil metros quadrados e construída de 54 mil metros quadrados.

Dos edifícios públicos que fazem parte do Centro Político Administrativo, destacam-se o Palácio Presidencial, o Palácio da Justiça, o Ministério da Defesa, e o Ministério da Justiça e dos Direitos Humanos, o Paço Episcopal e as instalações da antiga sede da Assembleia Nacional.

Desde a sua instituição, em 1980, então com o nome de Assembleia do Povo, a actual Assembleia Nacional funcionava no antigo Cinema Estúdio/Restauração, não muito distante do actual edifício.

A primeira pedra do novo edifício foi lançada pelo Presidente da República a 15 de Outubro de 2009. Os trabalhos de construção tiveram início a 17 de Maio de 2010.

A infraestrutura está dividida em quatro blocos de seis pisos, dois dos quais em cave. O estacionamento nas caves totaliza 494 lugares, dos quais 34 são VIP e os restantes gerais.

Participaram na construção do edifício cinco mil e 176 trabalhadores, 88 porcento dos quais nacionais e os restantes 12 porcento expatriados. No pico das obras, asseguraram o trabalho 800 nacionais e expatriados.

A nova Assembleia Nacional tem capacidade para albergar 1.200 pessoas nas várias salas de reuniões, e conta com 4.600 assentos, dos quais 1.400 destinados a convidados.

Dos grandes números do empreendimento, destacam-se a utilização de 11 mil toneladas de aço, 70 mil metros cúbicos de betão e 370 toneladas de estrutura metálica. Foram utilizados no imóvel cabos de potência de baixa tensão equivalentes a 500 quilómetros.

A empreitada esteve a cargo do Gabinete de Obras Especiais, com fiscalização da Dar-Al-Handasah e o empreiteiro geral a empresa portuguesa Teixeira Duarte.

Assuntos Assembleia Nacional  

Leia também