Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

14 Novembro de 2017 | 18h49 - Actualizado em 14 Novembro de 2017 | 18h49

Uíge: ONG Halo Trust destroi armamento recolhido em posse da população civil

Uíge - Duzentas sessenta e três armas de fogo diversas recolhidas de forma coersiva da posse da população civil, pela comissão provincial de desarmamento, nos últimos dois anos, foram destruídas, esta terça-feira, pela organização não governamental americana The Halo Trust.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Constam entre as armas destruídas, em cerimónia orientada pela vice-governadora para sector Político, Solcial e Económico, Catarina Pedro Domingos, mauser, carabinas, pistolas, caçadeiras de fabrico artesanal, lança granadas, RPG7,  RKM, FN, granadas, OG7, AKM, G3  e Z-84.

Pronunciando-se no acto, a vice-governadora Catarina Pedro Domingos destacou o empenho abnegado do Comando da Região Militar Norte e da Polícia Nacional na recolha do armamento em posse da população civil.

Pediu às pessoas que possuem ainda armas de fogo em sua posse a entregá-las de forma voluntaria aos órgãos da defesa e segurança, com vista a reduzir o número de mortes com recurso a este meio.

“É preciso que cada cidadão tenha a ideia de que não deve ter uma arma de fogo em sua casa, na sua lavra, na esquina ou em qualquer lugar não autorizado”, refereiu a vice-governadora.

De 2008 a 2015  foram destruídas 9.346 armas diversas recolhidas em posse da população civil, no quadro do programa de desarmamento da população.

Fonte da Comissão Provincial de Desarmamento disse à Angop que foram recolhidas, desde o início do processo a nível da província do Uíge, 10.508 armas diversas e 2.686 explosivos.

Leia também
  • 21/03/2018 16:14:00

    Rede de nacionais facilita ilegais

    Uíge - Uma rede de cidadãos angolanos está a facilitar o acesso de documentos nacionais, tais como cédula e bilhete de identidade, aos cidadãos da República Democrática do Congo (RDC), mediante o pagamento de valores monetários, denunciou na terça-feira o ministro da Justiça e dos Direitos Humanos, Francisco Queiroz.

  • 18/03/2018 07:34:16

    UNITA ressalta contributo dos movimentos de libertação de Angola

    Uíge - O secretário provincial da UNITA no Uíge, Félix Simão Lucas, destacou sábado, na cidade do Uíge, o contributo dos movimentos de libertação (MPLA, UNITA e FNLA) na luta contra o colonialismo português, que culminou com o alcance da independência de Angola, a 11 de Novembro de 1975.

  • 11/03/2018 02:18:16

    Uíge: MPLA leva agenda política/2018 aos militantes

    Uíge - A agenda política do MPLA para o ano de 2018 foi, neste sábado, apresentada aos responsáveis e militantes do Comité Municipal do Uíge deste partido.

  • 02/03/2018 18:09:47

    Uíge: MPLA apela militantes a contribuírem para êxito das acções do partido

    Uíge - O primeiro secretário municipal do MPLA no Uíge, Carlos Alberto David, apelou hoje (sexta-feira), nesta cidade, aos militantes do partido na circunscrição no sentido de continuarem a contribuir para o êxito das acções que visam fortalecimento e desenvolvimento da organização política e da sociedade.