Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

29 Dezembro de 2017 | 18h13 - Actualizado em 29 Dezembro de 2017 | 18h55

Bié: Comissão Provincial Eleitoral vai apostar na formação de quadros em 2018

Cuito - A CPE (Comissão Provincial Eleitoral) na província do Bié, vai continuar com as acções que visam a formação de quadros no ano de 2018, para acompanhar as dinâmicos e evolução tecnológica do mundo, sobre processos eleitorais.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Bié: Daniel Chimbinga Chande - Presidente da CPE

Foto: BARTOLOMEU DO NASCIMENTO

O pensamento é do Presidente da Comissão Provincial Eleitoral no Bié, Daniel Chimbinga Chande, quanto falava hoje (sexta-feira) a imprensa local, no Cuito, sobre as actividades as tarefas de 2018, frisando que a capacitação técnica e científica dos funcionários ajudará a responder os desafios, como por exemplo, as eleições autarticas, e gerais previstas para o ano de 2022.

Para o próximo ano, salientou, constitui aspectos a serem melhorados, combater abstenção do eleitorado nos processos eleitoras, isto é, reforçar as campanhas de sensibilização da população em idade de voto e não só, da importância da participação mais activa nas eleições.

Para o ano de 2018, CPE (Comissão Provincial Eleitoral) na região, vai prestar maior atenção na conclusão das obras do edifício sede no Cuito e da Comissão municipal eleitoral do Cuemba, que actualmente encontram-se paralisadas por falta de verbas, tendo em conta a situação financeira em que o país, está submetido.

O Presidente da Comissão Provincial Eleitoral no Bié, Daniel Chimbinga Chande considerou no entanto de positivo o desempenho da instituição, neste ano, acrescentando que foi possível supervisão do registo eleitoral, pré-mapeamento e mapeamento das zonas de difícil de acesso e outras tarefas em prol o país.

Segundo ele, as eleições gerais de 23 de Agosto de 2017, serviu para cimentar a paz, reconciliação nacional e democracia no país, sublinhando que os bons resultados obtidos, deveu-se do bom desempenho e experiências daquela instituição, parceiros sociais e da cultura cívica do cidadão angolano.

Angop/Ban

Leia também
  • 21/03/2018 19:02:26

    Centro de Cacuso inicia formação de polícias

    Malanje - Quinhentos ex-desmobilizados das Forças Armadas Angolanas (FAA) serão formados, a partir de Abril próximo, no Centro de Formação Básica Regional Norte da Polícia Nacional, localizado no município de Cacuso, com vista a ingressar na corporação, no âmbito do arranque do processo instrutivo do referido centro.

  • 20/03/2018 18:45:24

    Comandante apela combate cerrado à imigração ilegal

    Mbanza Kongo - O comandante provincial do Zaire da Polícia Nacional, Manuel Gouveia, recomendou hoje, terça-feira, em Mbanza Kongo, um combate cerrado à entrada ilegal de estrangeiros no território nacional.

  • 16/03/2018 18:47:46

    UNITA quer diálogo aberto com as comunidades

    Saurimo - A UNITA pretende manter um diálogo permanente com as comunidades, para dar a conhecer os seus programas que visam a melhoria das condições de vida das populações, disse hoje, sexta-feira, o secretário-geral do partido, Marcolino Nhany.

  • 12/03/2018 18:53:28

    Ministro da Defesa Nacional avalia condições sociais das unidades militares

    Cuito - O ministro da Defesa Nacional, Salviano de Jesus Cerqueira, avaliou hoje (segunda-feira), na cidade do Cuito, o grau de operatividade e as condições sociais dos militares estacionados nas unidades militares desta região, durante a visita de algumas horas à província do Bié.