Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

11 Março de 2017 | 17h08 - Actualizado em 11 Março de 2017 | 17h01

Angola: PRS vai a Congresso a 29 de Maio

Luanda - O Partido de Renovação Social (PRS), fundado a 18 de Novembro de 1990, realiza de 29 a 31 de Maio, em Luanda, o seu IV Congresso Ordinário. O conclave já foi convocado pelo presidente desta força partidária, Eduardo Kuangana.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Eduardo Kuangana - Presidente do PRS (arq)

Foto: Lucas Neto

A reunião do partido, um dos quatro integrantes do bloco da oposição no Parlamento (a par da UNITA, CASA-CE e FNLA), decorrerá a praticamente três meses da realização das eleições gerais de 2017, depois de sucessivos adiamentos.

Neste Congresso, o PRS que conquistou 3 lugares na Assembleia Nacional, no quadro das eleições gerais de 2012, fará a apreciação e a aprovação do relatório quinquenal, além de apreciar e aprovar a Estratégia Eleitoral do partido.

Uma nota de imprensa do partido dá conta que será ainda apreciado e aprovado o programa de governação para o período 2017 – 2022, as emendas introduzidas ao Programa e Estatutos do Partido, além de ser feita a eleição dos órgãos de direcção (Comité Nacional e presidente).

O PRS tem como órgãos nacionais o Conselho Político (45 membros), Comité Nacional (181 membros), Secretário Executivo Nacional, Ala jovem: Juventude de Renovação Social e Ala Feminina: União das Mulheres da Renovação Social.

Baseia-se principalmente dentro do grupo étnico Quioco (Chokwé) e  define-se como de centro-esquerda, com ideologia federalista e progressista.

Na primeira eleição em que participou, em 1992, ganhou seis assentos na Assembleia Nacional.

Em 1999, o partido passou por um período de conflito interno, em que quatro deputados, dos seis, foram expulsos.

O PRS conquistou 3,17% dos votos na eleição parlamentar de Setembro de 2008, tendo ganho oito assentos dos 220 da Assembleia Nacional.

Teve um desempenho particularmente bom nas províncias de Lunda Sul e Lunda Norte, embora tenha ficado em segundo lugar, atrás do partido governante, o MPLA.

Nas eleições gerais de 2012, o partido viu sua bancada reduzir-se a três cadeiras.

Dados desta força política estimam que a mesma tenha pelo menos quatro milhões de militantes.

Assuntos Angola   Congresso  

Leia também