Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

14 Março de 2017 | 16h24 - Actualizado em 15 Março de 2017 | 08h54

MPLA recolhe assinaturas para as eleições

Luanda - O secretário para disciplina e auditoria do MPLA, Ferreira Pinto, informou nesta terça-feira que o partido já iniciou a recolha das 15 mil assinaturas, a nível nacional e dos círculos eleitorais provinciais, visando a entrega atempada ao Tribunal Constitucional de todo o expediente de candidatura e a consequente participação nas eleições gerais de 2017.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Ferreira Pinto - Secretario para disciplina e auditoria do MPLA

Foto: Alberto Julião

Em declarações à imprensa, a propósito do Seminário sobre o Processo de Preparação e Apresentação de Candidaturas às Eleições Gerais de 2017, que decorre sob a égide daquele tribunal, afirmou que o MPLA "é um partido organizado".

Sublinhou que a máquina eleitoral desta força política, que detém o poder em Angola desde 1975, "está oleada com a indicação atempada do seu candidato a Presidente da República e do candidato a vice-presidente", designadamente João Lourenço e Bornito de Sousa.

Já o secretário para os assuntos eleitorais da UNITA, Vitorino Nhany, disse que o partido torna público os seus cabeças de lista e os candidatos a deputados da Assembleia Nacional após a convocação de eleições, pelo Presidente da República.

Informou que nesta altura as estruturas internas do principal partido da oposição analisam a composição da lista, tendo sublinhado que o seminário do TC permite  esclarecer alguns passos que devem ser dados  no decorrer do processo eleitoral.

Por sua vez, o vice-presidente da CASA-CE, Manuel Fernandes, disse que a coligação já começou a traçar as estratégias eleitorais no último fim-de-semana, na província de Benguela, onde decorreu o seu Conselho Consultivo.

Afirmou que a apresentação da lista de candidatos da CASA-CE às eleições gerais de 2017 está acautelada e "a sua máquina" está afinada.

O secretário-geral do Partido de Renovação Social (PRS), Benedito  Daniel, disse que a estratégia do seu partido para as eleições gerais de 2017 será aprovada no próximo congresso, em que serão delineadas as linhas gerais para o pleito eleitoral.

Defendeu que, para o partido, o federalismo é a melhor forma de desenvolver Angola, visando sobretudo a diminuição das assimetrias entre as diversas regiões do país.

Manifestou a intenção de se candidatar a presidente do PRS, e disse após a realização do congresso será divulgada a lista de candidatos dessa formação partidária.

Já o presidente da FNLA, Lucas Ngonda, disse que o seu partido está a trabalhar para concorrer às eleições gerais de 2017, tendo anunciado para finais do corrente mês a divulgação da lista de candidatos do seu partido, assim como do cabeça de lista, que será analisada na próxima reunião do Comité Central da FNLA.        

Por seu turno, o presidente da Aliança Patriótica Nacional, Quintino Moreira, afirmou que  nestas eleições não fará qualquer coligação com outros partidos políticos, porque já está implantada nas 18 províncias do país.      

Assistiram a sessão de abertura os Juízes presidentes do Tribunal Supremo e do Tribunal de Contas, o secretário de Estado  para os assuntos Institucionais,  deputados à Assembleia Nacional e representantes de partidos políticos. 

Leia também
  • 15/03/2017 09:42:19

    Angola: FNLA quer repensar história

    Luanda - A FNLA considera que os angolanos devem repensar os fundamentos da história recente do país, conferindo ao 15 de Março de 1961 o seu verdadeiro lugar na história recente.

  • 14/03/2017 19:46:02

    Angola: CNE cria comissão para avaliar recursos de comissários sancionados

    Luanda - A Comissão Nacional Eleitoral (CNE) criou nesta terça-feira uma comissão para apreciar os recursos de revisão interpostos por comissários provinciais sancionados com a medida disciplinar de censura registada, acusados de terem violado os regulamentos e o código de conduta da instituição.

  • 14/03/2017 19:16:30

    Huíla: Actualização do registo eleitoral abrange mais de 700 mil cidadãos

    Lubango - Setecentos e 99 mil e sete cidadãos efectuaram e actualizaram os seus dados eleitorais na província da Huíla, no âmbito do processo de registo eleitoral que decorre desde Agosto de 2016, informou o director provincial dos Registos, António Venâncio.

  • 14/03/2017 18:11:11

    Angola e Espanha reforçam cooperação

    Luanda - Angola e a Espanha assinaram, nesta terça-feira, em Madrid, um novo acordo de cooperação no domínio da defesa. Este passo constitui um dos pontos altos da visita de trabalho do ministro da Defesa Nacional, João Lourenço, àquele país europeu.