Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

16 Março de 2017 | 18h59 - Actualizado em 16 Março de 2017 | 18h58

Namibe: CASA-CE promete mudança pacífica e inclusiva

Moçâmedes - O secretário provincial do Namibe da Convergência Ampla de Salvação de Angola-Coligação Eleitoral, Casa-CE, Manuel Sampaio Mucanda, prometeu que a sua organização pretende protagonizar uma mudança para o país de forma ordeira, pacifica e inclusiva.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Bandeira, da CASA CE

Foto: Foto divulgação

Falando hoje, quinta-feira nesta cidade, durante uma conferência de imprensa, convocada para transmitir as conclusões do último Conselho Consultivo Nacional realizado nos dias 10 e 11 do corrente mês, na província de Benguela, o político disse que a sua coligação traçou uma estratégia de como vai conseguir levar a mensagem no seio do eleitorado com vários segmentos sociais.

Referiu que a campanha da Casa-Ce começou logo após o início do mandato legislativo que saiu do pleito eleitoral de 2012.

Para o pleito eleitoral que se avizinha, diz que a sua coligação traçou o controlo cerrado sobre o voto nas mesas, para que as eleições decorram com normalidade, num clima de paz e estabilidade, cujos resultados reflictam a vontade da população.

Assegurou que a nível da província do Namibe, o processo de registo eleitoral decorre com normalidade, mas mostrou-se preocupado com a falta de fiscais nas mesas de registos instaladas nas zonas de difícil acesso, por falta de transporte.

“Demostramos essa dificuldade, tendo em conta que o governo está a usar os meios aéreos e este, havia se comprometido que nesses meios poderiam fazer-se transportar os fiscais dos partidos políticos da oposição, infelizmente não aconteceu”, criticou o político.

Manuel Sampaio Mucanda assegurou que longe de depender dos meios do governo, a sua organização traçou estratégias para contornar situação semelhante, no pleito eleitoral, com vista a colocar os delegados de lista nas mesas de votos.

A CASA-CE no Namibe havia se posicionado em segundo lugar depois do MPLA, durante o pleito eleitoral de 2012 com sete mil e sete votos, num universo de 94 mil e 904 da população votante.

Assuntos Província » Namibe  

Leia também
  • 20/03/2018 18:45:24

    Comandante apela combate cerrado à imigração ilegal

    Mbanza Kongo - O comandante provincial do Zaire da Polícia Nacional, Manuel Gouveia, recomendou hoje, terça-feira, em Mbanza Kongo, um combate cerrado à entrada ilegal de estrangeiros no território nacional.

  • 18/03/2018 22:57:59

    Namibe: Unita realça contributo dos partidos para independência

    Moçâmedes- O secretário da Unita para os assuntos eleitorais no Namibe, Justino de Carvalho, realçou hoje o contributo do FNLA, MPLA e da UNITA, na luta de libertação de Angola contra o jugo colonial.

  • 15/03/2018 16:22:52

    Efectivos da FAN exortados a aperfeiçoar conhecimentos sobre comunicação

    Moçamedes - O comandante da Força Área Nacional (FAN)para região Sul, tenente-general João Baptista Costa, exortou hoje, nesta cidade, os efectivos deste órgão militar a aperfeiçoarem mais os sistemas de comunicação, dotando-se assim de ferramentas necessárias para gerir os grandes desafios que se pretende.

  • 14/03/2018 11:49:35

    Relação entre Angola e Vaticano contribui nos valores éticos e morais

    Moçamedes - O núncio apostólico de Angola e São Tomé, Dom Petar Rajic, destacou a cooperação entre o Vaticano e Angola no resgate dos valores éticos, morais e cívicos, por contribuir para a formação de uma geração capaz de responder aos novos desafios.