Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

21 Abril de 2017 | 15h13 - Actualizado em 21 Abril de 2017 | 15h13

Angola: Fórum Parlamentar da SADC satisfeito com políticas do género

Luanda - As políticas para a promoção da mulher implementadas pelo governo angolano, foram exaltadas hoje (sexta-feira), em Luanda, pela vice-presidente do Fórum Parlamentar da SADC, Monica Mutsvangwa.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Vice-presidente do Fórum parlamentar da SADC, Monica Mutsvangwa

Foto: Pedro Parente

Em declarações à Angop, no Aeroporto Internacional 4 de Fevereiro, a senadora zimbabweana manifestou-se satisfeita com o que pode observar e exortou os países membros da Comunidade de Desenvolvimento da África Austral (SADC) a seguirem o exemplo de Angola nas acções ligadas a promoção de políticas do género, “situação que satisfaz o Fórum Parlamentar”.

Monica Mutsvangwa termina assim uma visita de dois dias a Angola, depois de ter feito o lançamento da campanha da Organização das Nações Unidas, denominada “Eles por Elas”, numa cerimónia realizada, quarta-feira, na Assembleia Nacional (Parlamento), e testemunhada pelo seu presidente, Fernando da Piedade Dias dos Santos, e deputados.

A vice-presidente do Fórum Parlamentar da SADC disse, ainda, que todos os parlamentos e governos da região devem trabalhar em conjunto para este feito, na medida em que a promoção da mulher não é apenas uma questão de direitos humanos, mas também de desenvolvimento económico, pelo que tudo deve começar nos Parlamentos.

“Quanto mais mulheres estiverem no parlamento, nos governos, nos gabinetes e noutras áreas, mais os países se desenvolvem”, reafirmou, acrescentando ser necessário que se evitem as situações de disparidade na educação de crianças, homens e mulheres africanas, devendo todos, sem distinção, ir para a escola.   

Monica Mutsvangwa reiterou a sua satisfação pelo que constatou do trabalho realizado pelas mulheres angolanas na Assembleia Nacional, governo e noutros sectores, com o reforço da cooperação entre parlamentares do Zimbabwe e de Angola e missões de troca de experiência.

A campanha, oficialmente lançada no país em Março último pela ministra da Família e Promoção da Mulher, Filomena Delgado, serviu para alertar os deputados angolanos, para a importância deste movimento da ONU que teve início em 2014.

Criada pela ONU Mulheres,  entidade das Nações Unidas para a Igualdade de Gênero e o Empoderamento Feminino, a Campanha Eles por Elas é um esforço global para envolver homens e rapazes na remoção das barreiras sociais e culturais que impedem as mulheres de atingir o seu potencial, e ajudar homens e mulheres a modelarem juntos uma nova sociedade.

Assuntos Parlamento   SADC  

Leia também
  • 21/04/2017 13:41:18

    Angola: Presidente da Assembleia Nacional visita Itália

    Roma - O presidente da Assembleia Nacional, Fernando da Piedade Dias dos Santos, visita a Itália de 27 a 28 de Abril, a convite da presidente da câmara dos deputados da República italiana, Laura Boldrini.

  • 19/04/2017 19:29:07

    Angola: Deputada recomenda união familiar

    Luanda - A presidente do Grupo de Mulheres Parlamentares, Cândida Celeste, recomendou na terça-feira, em Luanda, a união familiar como premissa fundamental para o resgate dos valores morais e cívicos na sociedade angolana.

  • 19/04/2017 18:56:19

    Angola: Defendida recuperação dos arquivos nacionais retirados do país

    Luanda - O deputado e presidente da FNLA, Lucas Ngonda, defendeu nesta quarta-feira, em Luanda, a recuperação do arquivo histórico nacional e o património espiritual que se encontra no estrangeiro, principalmente na Torre do Tombo, em Portugal.