Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

24 Abril de 2017 | 16h14 - Actualizado em 24 Abril de 2017 | 16h14

Líder da UNITA manifesta-se satisfeito com condições para realização de eleições

Luanda - O presidente da Unita, Isaías Samakuva, manifestou a sua satisfação pelo facto do Conselho da República ter anunciado que estão reunidas as condições para que o Presidente da República, José Eduardo dos Santos, possa convocar a data para a realização das eleições em Agosto do corrente ano.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

1 / 1

Isaías Samakuva, líder da Unita

Foto: Pedro Parente

O Conselho da República reunido hoje, sob a presidência do Chefe de Estado angolano, José Eduardo dos Santos, após auscultação dos membros deste órgão de consulta e por unanimidade decidiu que as eleições gerais no país se realizem em 23 de Agosto de 2017.

Isaías Samakuva, que falava à imprensa no final do encontro, disse que a data sugerida para realização do pleito eleitoral foi achada conveniente pelos respectivos membros do órgão de consulta do Presidente da República.

Em sua opinião, de uma forma geral as condições para as eleições de Agosto estão criadas mas sem deixar de mencionar alguns aspectos a resolver antes da  realização do pleito.

Por sua parte, o líder da CASA-CE, Abel Chivukuvuku, que esteve igualmente presente no encontro considerou "grande desafio " de  todos angolanos em trabalhar no sentido de se garantir que em Agosto do corrente ano as  eleições sejam livres, justas e transparentes que possam não só orgulhar todos os cidadãos  nacionais mas sobretudo reflectir a sua vontade  expressa no voto.

Disse estar de acordo com a data proposta  (23 de Agosto), para a realização das eleições no país.

Igualmente o líder da FNLA, Lucas Ngonda, congratulou-se com a data proposta das eleições, reafirmando que tudo está a posto para a realização das mesmas.

"Não houve objecções de nenhum dos membros do Conselho da República por ser uma data que decorre de uma imposição da Constituição da República", ressaltou o político.

O também membro deste órgão de consulta do Chefe de Estado angolano, o reverendo Augusto Chipesse, afirmou que as igrejas no país têm estado a contribuir para o êxito do processo eleitoral, com apelos feitos a manutenção da paz, civismo, amor ao próximo e respeito às diferenças partidárias.

"Todos os cidadãos devem ir as eleições com espírito reconciliador e de tolerância", apelou  Augusto Chipesse, antigo secretário-geral do  Conselho de Igrejas Cristãs em Angola (CICA)

Leia também
  • 24/04/2017 16:41:25

    Sérgio Rescova congratula-se com reunião do Conselho da República

    Luanda - O primeiro secretário nacional da JMPLA, Sérgio Luther Rescova, considerou nesta segunda-feira, em Luanda, positiva a maneira como os membros do Conselho da República foram informados sobre o decorrer do processo de registo eleitoral, realizado no período de 25 de Agosto de 2016 a 31 de Março de 2017.

  • 24/04/2017 16:26:40

    Tribunal Constitucional preparado para as eleições

    Luanda - O presidente do Tribunal Constitucional, Rui Constantino Ferreira, declarou hoje, segunda-feira, que a sua instituição está pronta para receber as candidaturas para as eleições previstas para 23 de Agosto deste ano.

  • 24/04/2017 15:18:29

    Angola: Vice-presidente do MPLA valoriza apelo do Chefe de Estado

    Luanda - O vice-presidente do MPLA, João Manuel Gonçalves Lourenço, considerou nesta segunda-feira, em Luanda, "importante" o apelo à tolerância e civismo nas eleições de 23 Agosto próximo, feito pelo Presidente da República, José Eduardo dos Santos.