Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

14 Junho de 2017 | 12h01 - Actualizado em 14 Junho de 2017 | 13h52

Angola: MPLA quer maior participação da mulher na política nacional

Luanda - O MPLA defendeu nesta quarta-feira, em Luanda, o fortalecimento do papel da mulher angolana na vida política, económica e social, para eliminar as desigualdades de oportunidades entre homens e mulheres.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

João Lourenço, Candidato do MPLA a Presidente da República, reúne com Organizações femininas

Foto: Pedro Parente

A pretensão foi expressa pelo candidato do MPLA a Presidente da República, João Lourenço, num encontro que reuniu cerca de três mil e 500 mulheres representantes de organizações femininas.

Segundo João Lourenço, a mulher angolana já deu provas de ser lutadora e vencedora em praticamente todos os domínios da vida e que presta valioso contributo à sociedade naquilo que cada uma sabe melhor fazer.

Reconhece o mérito das mulheres na educação dos filhos, e, por via  disso, na educação de gerações inteiras de angolanos, que desde o berço são forjadas para serem os homens do amanhã.

Enaltece o papel do sector feminino na economia e prometeu trabalhar em programas que visam reduzir a economia informal, com a contribuição de micro e pequenas empresas com perspectivas de crescer e gerar empregos.

Disse que quer ver mulheres envolvidas nos grandes negócios como accionistas, proprietárias ou pelo menos gestoras de médias e grandes empresas privadas em todos os ramos da economia, mediante aconselhamento empresarial.

Defende o contínuo combate ao analfabetismo, principalmente, no seio feminino por acreditar que investir na educação da mulher é dotá-la de ferramenta para enfrentar e vencer todo o tipo de discriminação e contribuir para a sua emancipação.

Com isso, disse, torná-la livre do preconceito e prepará-la para enfrentar os desafios da vida.

Apela para que participem no resgate e promoção dos valores morais e culturais, na educação do jovens para  respeitarem os mais velhos e o antigo combatente, os símbolos nacionais, o amor à pátria e a prestarem auxílio às grávidas e deficientes físicos, caso necessitem.

João Lourenço disse contar com as mulheres na luta contra o alcoolismo e a prostituição, bem como no combate ao tráfico e consumo de drogas e de jovens para escravas sexuais.

Espera que incutam na juventude a cultura do trabalho e do mérito como a única via de progresso na vida, mediante dedicação aos estudos e ao trabalho.

Caso vença as eleições, promete um Executivo bem representado do ponto de vista do género, com mulheres capazes e competentes, que vão orgulhar a todos e ajudar a construir uma Angola melhor.

Para João Lourenço, votar no 4 (número no boletim de voto) é votar no partido da paz e da reconciliação nacional e que trabalha para o desenvolvimento económico e social do país.

Reafirma o compromisso de "melhorar o que está bem e corrigir o que está mal" para que haja maior oferta de emprego, água, energia, serviços médicos, qualidade de ensino e de habitação.

Declarou que o MPLA condena todo o tipo de discriminação da mulher e os actos de violência e criminosos que atentem contra a vida e a integridade física, mental e moral desta franja da sociedade.

Após interevenções de representantes de distintas organizações femeninas nacionais, João Lourenço prometeu ter em conta as preocupações apresentadas e constituir um governo que trabalhe com todas as franjas da população angolana.

Assuntos MPLA  

Leia também
  • 02/02/2019 19:03:49

    MPLA propõe promoção da cultura de paz na agenda política 2019

    Luanda - O MPLA propõe na sua agenda política 2019 promover a cultura de paz, do diálogo fraterno e da solidariedade no seio da sociedade angolana, assim como apoiar iniciativas que visam à preservação da paz e consolidação da unidade e reconciliação nacional.

  • 02/02/2019 18:26:19

    Processo de implementação das autarquias prioridade da agenda política do MPLA

    Luanda - O preparação para o processo de implementação das autarquias e consolidação das reformas do Estado no âmbito da administração central e local, bem como do sector da justiça constituem tarefas prioritárias para agenda política do MPLA, em 2019, lançada hoje, sábado, em Luanda.

  • 02/02/2019 18:01:43

    Resenha: Solidariedade de Angola ao povo brasileiro mereceu destaque

    Luanda - A mensagem de pesar do Presidente da República, João Lourenço, endereçada ao seu homólogo brasileiro, Jair Bolsonaro, pelas mortes resultantes da ruptura uma barragem constituiu um dos destaques do noticiário político da semana que termina hoje, sábado.

  • 31/01/2019 20:20:47

    MPLA analisa reflexões sobre Operação Resgate

    Luanda - O Secretariado do Bureau Político do MPLA analisou esta quinta-feira, durante a sua segunda reunião ordinária, um conjunto de reflexões da direcção do partido sobre a Operação Resgate, tendo-a considerado de pertinente, no quadro da moralização da sociedade e emitiu sugestões, que visam melhorar os mecanismos da sua operacionalização.