Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

24 Junho de 2017 | 13h10 - Actualizado em 24 Junho de 2017 | 13h11

Angola: PRS defende justiça na distribuição da renda nacional

Luanda - O Partido de Renovação Social (PRS) pretende implementar no país uma boa governação e uma justa distribuição da renda nacional, informou hoje (sábado), em Luanda, o seu presidente, Benedito Daniel.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Benedito Daniel, Candidato do PRS a Presidente da República

Foto: Lino Guimaraes

O político falava na apresentação do manifesto eleitoral do PRS, no quadro das eleições gerais de 23 de Agosto próximo, tendo reafirmado o compromisso do partido com a institucionalização do federalismo em Angola, centrado na autonomia das regiões, para eliminar as assimetrias e promover o desenvolvimento.

Informou que caso o PRS vença as eleições, vai promover a realização de um referendo para a institucionalização do federalismo como sistema de governo em Angola e, consequentemente, a instauração de um sistema parlamentar bi-camaral.

Apontou como um dos maiores eixos políticos do partido, a defesa dos direitos sociais, económicos, políticos e cultuais que buscam a igualdade e solidariedade individual e colectiva, para o desenvolvimento integral e harmonioso da sociedade.

Apelou para o voto no seu partido, para ajudar a construir “uma Angola nova”, isenta de hábitos e costumes herdados do colonialismo português, do partido único, dos anos de guerra fratricida e da actual gestão do erário público.

Assuntos Eleições   PRS  

Leia também
  • 24/06/2017 11:46:51

    Uíge: MPLA defende atenção especial às províncias fronteiriças

    Uíge - A necessidade de uma atenção especial às províncias que fazem fronteira com outros países, particularmente na educação, saúde e a aposta no potencial humano foram as principais linhas de força do discurso do candidato do MPLA a Presidente da República, João Lourenço.

  • 24/06/2017 07:02:50

    Angola: Médicos e enfermeiros inteiram-se do programa do MPLA

    Luanda - O Programa de Governo do MPLA, direccionado ao sector da saúde para o quinquénio 2017/2022, foi apresentado nesta sexta-feira à classe de médicos e enfermeiros a nível de Luanda, no âmbito das eleições gerais de 23 de Agosto próximo.

  • 23/06/2017 23:24:40

    Cuando Cubango: Província conta com mais de 390 assembleias de voto

    Menongue - Trezentos e 97 é o número de assembleias de voto que a comissão provincial do Cuando Cubango vai ter nas próximas eleições gerais de 23 de Agosto, comportando um total de 592 mesas.