Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

19 Junho de 2017 | 15h07 - Actualizado em 04 Agosto de 2017 | 08h55

Angola: Redução do desemprego passa pelo empreendedorismo, diz porta-voz da FNLA

Luanda - A redução da taxa de desemprego passa, essencialmente, pela aposta na criação de mais centros de formação profissional capazes de impulsionar o empreendedorismo, considerou hoje (segunda-feira), em Luanda, o porta-voz da FNLA, Joveth de Sousa.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

O responsável, que falava sobre o Programa de Governação do seu partido concorrente às eleições de 23 de Agosto próximo, afirmou que a par da formação superior, a formação técnico profissional é, seguramente, o caminho certo para diminuir a taxa de desemprego.

Nessa conformidade, prosseguiu, a aposta deve ser direccionada à capacitação dos cidadãos nas áreas das artes e ofícios para habilitá-los com conhecimentos úteis à criação de pequenas empresas, que podem empregar outras pessoas.

No capítulo do fomento habitacional, o porta-voz fez saber que o desafio pode ser vencido com concurso ao financiamento externo e criação de outras fontes internas de arrecadação de receitas – taxas tributárias e impostos - para a construção de mais habitações.

Quanto à criação de zonas académicas, a FNLA é da opinião de que a instalação das mesmas deveria obedecer a especificidade dos recursos disponíveis em cada região, para proporcionar uma mais-valia aos formandos.
 
Exemplificou o caso do Instituo de Formação de Petróleos que está localizado no Sumbe (Cuanza Sul), mas que, na opinião da FNLA, deveria agregar valor se fosse construído no Soyo (na província do Zaire), facilitando o enquadramento dos recém-formados.
 
Sugeriu igualmente a criação de uma escola de geologia e minas na província da Huíla, onde existem jazidas e muitos outros recursos importantes para o desenvolvimento económico do país.
 
“Queremos igualmente apostar na formação de docentes especializados na área de investigação aplicada (conhecimentos gerais) e especialistas na área da docência, associando as valências internas e externas”, frisou.
 
No sector da saúde, o responsável fez saber que a FNLA aposta na prestação de serviço a baixo custo, no apetrechamento das unidades hospitalares, bem como na capacitação dos técnicos com conhecimentos modernos para dar respostas às actuais exigências do país.

Assuntos Eleições   FNLA  

Leia também
  • 01/03/2018 18:12:13

    FNLA quer melhoria da pensão dos antigos combatentes

    Luanda - A Frente Nacional de Libertação de Angola (FNLA) solicitou nesta quinta-feira, em Luanda, ao Titular do Poder Executivo, João Lourenço, para rever a questão da remuneração atribuída aos antigos combatentes, no quadro do Fundo de Pensão atribuída mensalmente pelo Estado.

  • 29/12/2017 18:13:53

    Bié: Comissão Provincial Eleitoral vai apostar na formação de quadros em 2018

    Cuito - A CPE (Comissão Provincial Eleitoral) na província do Bié, vai continuar com as acções que visam a formação de quadros no ano de 2018, para acompanhar as dinâmicos e evolução tecnológica do mundo, sobre processos eleitorais.

  • 05/12/2017 20:21:02

    Bastonário quer melhoria da qualidade da advocacia

    Luanda - O bastonário eleito da Ordem dos Advogados de Angola (OAA), Luís Paulo Monteiro Marques, defendeu nesta terça-feira, em Luanda, a implementação de políticas que visem a melhoria da qualidade da advocacia, da defesa das suas prorrogativas e da sua condição social.

  • 05/12/2017 19:16:09

    Eleito bastonário da Ordem dos Advogados de Angola

    Luanda - Luís Paulo Monteiro Marques foi eleito bastonário da Ordem dos Advogados de Angola (OAA), para o triénio 2018/2020.