Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

11 Julho de 2017 | 20h23 - Actualizado em 11 Julho de 2017 | 20h22

Angola: CNE engajada na lisura do processo eleitoral

Luanda - O presidente da Comissão Nacional Eleitoral (CNE), André da Silva Neto, reiterou nesta terça-feira, em Luanda, a lisura na condução do processo eleitoral, apelando ao diálogo permanente entre os partidos políticos concorrentes às eleições de 23 de Agosto.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Presidente da CNE, André da Silva Neto

Foto: Lino Guimaraes

Ao falar no final do encontro entre representantes de partidos políticos e os comandantes provinciais da Polícia Nacional, sob orientação do ministro do Interior, Ângelo Veiga Tavares, disse que a CNE está engajada para um processo eleitoral transparente e credível.

Felicitou o Ministério do Interior pela iniciativa do encontro com os partidos políticos.

“Foi um diálogo frutífero com os partidos políticos no qual foram traçadas orientações e a forma como os partidos devem lidar com este processo, que culminará com as eleições gerais de 23 de Agosto”, disse.

Apelou aos partidos políticos no sentido de contribuírem para a tranquilidade, segurança e paz na execução do processo.

Em relação à União Europeia, que reclama ter recebido tardiamente o convite para participar como observador nas eleições em Angola, o dirigente disse que a lei eleitoral estabelece prazos.

“Mandamos o convite à UE no devido tempo, não estamos a ver onde está o atraso da nossa parte. É nossa vontade que a União Europeia esteja presente na observação deste processo”, expressou.

Fez saber que a maior parte do material de votação já se encontra no país.

Assuntos Angola   Polícia Nacional   Política  

Leia também