Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

13 Agosto de 2017 | 16h54 - Actualizado em 13 Agosto de 2017 | 19h27

Eleições/2017: Ex-PM de Cabo Verde chefia missão de observadores da UA

Praia - O ex-Primeiro-ministro de Cabo Verde (2001-2016), José Maria das Neves, chefia uma missão de observadores da União Africana (UA) para as eleições em Angola, previstas para 23 do corrente mês, apurou a PANA de fonte segura neste fim de semana, na cidade da Praia.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

José Maria Neves - ex - PM de Cabo - Verde que chefia delegação de observadores da UA

Foto: Francisco Miúdo

O antigo chefe do Governo cabo-verdiano, encabeçará uma equipa formada por pelo menos quarenta observadores da UA, que vai chegar a Angola a 17 do corrente, devendo prolongar a sua estada no país até 27, depois de apresentar o seu relatório final.

Antes da sua indicação para esta missão, José Maria das Neves já havia recebido um convite pessoal do Presidente angolano, José Eduardo de Santos, extensivo ao antigo Chefe de Estado de Cabo-Verde, Pedro Pires, para acompanharem o pleito.

Também o Partido Africano para a Independência de Cabo Verde (PAICV), principal força da oposição, será representado, nas eleições gerais em Angola, pelos seus vice-presidentes, Rui Semedo e João Baptista Pereira, na qualidade de observadores internacionais.

O PAICV considera o convite, para participar nestas eleições como observador internacional, uma manifestação de confiança e reconhecimento enquanto partido democrático e também o interpreta como um sinal do reforço da cooperação entre os dois países, disse Rui Semedo.

Espera que as eleições sejam “muito participativas, que envolvam os angolanos e sejam justas, livres e transparentes, mas, sobretudo, que permitam aos angolanos escolher os seus representantes de acordo com a sua consciência e com a avaliação que fazem dos seus partidos políticos”.

As eleições gerais em Angola acontecem a 23, estando o país, neste momento, em plena campanha eleitoral.

Assuntos Eleições   União Africana  

Leia também
  • 13/08/2017 19:12:41

    Eleições/2017: Campanha segue animada

    Luanda - Depois de um sábado intenso, marcado pela queda de um helicóptero da Força Aérea Nacional, ao serviço da Comissão Nacional Eleitoral (CNE), a campanha de suporte às eleições gerais de 23 de Agosto voltou, neste domingo, a registar o seu “curso normal”, com vários actos políticos de massa e encontros de concertação.

  • 13/08/2017 18:48:24

    Eleições/2017: FNLA em campanha no Tômbwa

    Tômbwa - A FNLA realizou hoje (domingo), no município do Tômbwa, província do Namibe, mais uma campanha de mobilização porta-a-porta na "caça" ao voto, visando as eleições gerais de 23 deste mês.

  • 13/08/2017 18:21:38

    Eleições/2017: Conferência no Luau aborda Programa de Governação do MPLA

    Luau - O Programa de Governo do MPLA, para os próximos cinco anos, foi hoje, domingo, analisado em conferência, no município do Luau, província do Moxico, numa iniciativa da JMPLA.

  • 13/08/2017 18:06:34

    Eleições/2017: MPLA promete construção de centros de formação profissional no Huambo

    Huambo - A construção de centros de formação técnico-profissionais constitui a principal aposta do MPLA nas localidades comandandante Nzagi e Petróleo, arredores da cidade do Huambo, disse hoje, domingo, nesta cidade, o primeiro secretário provincial do Huambo do MPLA, João Baptista Kussumua.