Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

13 Agosto de 2017 | 16h54 - Actualizado em 13 Agosto de 2017 | 19h27

Eleições/2017: Ex-PM de Cabo Verde chefia missão de observadores da UA

Praia - O ex-Primeiro-ministro de Cabo Verde (2001-2016), José Maria das Neves, chefia uma missão de observadores da União Africana (UA) para as eleições em Angola, previstas para 23 do corrente mês, apurou a PANA de fonte segura neste fim de semana, na cidade da Praia.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

José Maria Neves - ex - PM de Cabo - Verde que chefia delegação de observadores da UA

Foto: Francisco Miúdo

O antigo chefe do Governo cabo-verdiano, encabeçará uma equipa formada por pelo menos quarenta observadores da UA, que vai chegar a Angola a 17 do corrente, devendo prolongar a sua estada no país até 27, depois de apresentar o seu relatório final.

Antes da sua indicação para esta missão, José Maria das Neves já havia recebido um convite pessoal do Presidente angolano, José Eduardo de Santos, extensivo ao antigo Chefe de Estado de Cabo-Verde, Pedro Pires, para acompanharem o pleito.

Também o Partido Africano para a Independência de Cabo Verde (PAICV), principal força da oposição, será representado, nas eleições gerais em Angola, pelos seus vice-presidentes, Rui Semedo e João Baptista Pereira, na qualidade de observadores internacionais.

O PAICV considera o convite, para participar nestas eleições como observador internacional, uma manifestação de confiança e reconhecimento enquanto partido democrático e também o interpreta como um sinal do reforço da cooperação entre os dois países, disse Rui Semedo.

Espera que as eleições sejam “muito participativas, que envolvam os angolanos e sejam justas, livres e transparentes, mas, sobretudo, que permitam aos angolanos escolher os seus representantes de acordo com a sua consciência e com a avaliação que fazem dos seus partidos políticos”.

As eleições gerais em Angola acontecem a 23, estando o país, neste momento, em plena campanha eleitoral.

Assuntos Eleições   União Africana  

Leia também
  • 17/08/2017 14:55:49

    Eleições /2017: Bornito de Sousa apela para identifcação atempada das assembleias

    Lobito - O candidato do MPLA a vice-presidente da República, Bornito de Sousa, lançou hoje (quinta-feira), no Lobito, província de Benguela, um apelo aos cidadãos eleitores para que identifiquem as respectivas assembleias de voto, antes do dia 23.

  • 17/08/2017 14:51:08

    Eleições/2017: OMA intensifica caça ao voto em Cacolo

    Cacolo - A Organização da Mulher Angolana (OMA) no município de Cacolo (Lunda Sul) realizou hoje, quinta-feira, nos bairros Mwatxissengue, Muacatende e Operário, uma campanha porta-a-porta, com o objectivo de atrair os eleitores a votarem no MPLA e no seu candidato a Presidente da República, João Lourenço.

  • 17/08/2017 14:34:18

    Eleições/2017: SG da APN reforça campanha na Lunda Sul

    Saurimo - O secretário-geral da Aliança Patriótica Democrática (APN), Camilo António, está, desde hoje (quinta-feira), na cidade de Saurimo (Lunda Sul), para, em 24 horas, tentar convencer os eleitores desta circunscrição a votarem no seu partido e no candidato a Presidente da República, Quintino Moreira.

  • 17/08/2017 14:25:13

    Eleições/2017: PRS apela para o respeito dos resultados eleitorais

    Longonjo - O secretário provincial do PRS no Huambo, Elias Selende, apelou hoje (quinta-feira) aos concorrentes às eleições gerais do dia 23 de Agosto para que respeitassem os resultados das urnas, porque o país deve continuar a avançar.