Angop - Agência de Notícias Angola PressAngop - Agência de Notícias Angola Press

Ir para página inicial
Luanda

Max:

Min:

Página Inicial » Notícias » Política

12 Agosto de 2017 | 16h25 - Actualizado em 12 Agosto de 2017 | 16h41

Eleições/2017: UNITA promete pensão abrangente a ex-militares

Luanda - O candidato da UNITA a Presidente da República, Isaías Samakuva, afirmou neste sábado, em Luanda, que o seu partido irá criar uma pensão de reforma abrangente a todas as pessoas que se encontram na condição de ex-militares, independentemente da organização ao serviço da qual deram seus préstimos nos tempos idos.

Envia por email

Para compartilhar esta notícia por email, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Corrigir

Para reportar erros nos textos das matérias publicadas, preencha os dados abaixo e clique em Enviar

Presidente da UNITA - Isaías Samakuva

Foto: ANTONIO ESCRIVAO

O político falava durante um encontro com antigos membros das extintas FALA, ELNA e FAPLA, e na ocasião explicou que esse propósito consta das prioridades do seu programa de governo, a implementar caso vença as eleições de 23 de Agosto.

Salientou também que o partido tem políticas delineadas sobre Segurança Social que se destinam àquele grupo de cidadãos.

Prometeu ainda proporcionar-lhes formação técnico-profissional, assim como procurar implementar medidas urgentes para melhorar a sua situação de vida, sobretudo nos sectores da saúde, educação, habitação e emprego.

No encontro intervieram, também, representantes das três forças acima referenciadas, cujos pronunciamentos convergiram na reivindicação de eventuais direitos, argumentando participação nas diferentes fases de luta que conduziu o país ao fim do jugo colonial.

A actividade, que contou com membros das extintas Forças Armadas Populares de Libertação de Angola (FAPLA), ligada ao MPLA,  das Forças Armadas de Libertação de Angola (FALA), então adstrita à UNITA, e do Exército de Libertação Nacional de Angola (ELNA), ligado à FNLA, ocorreu no município de Viana, na capital do país, no quadro da campanha eleitoral.

No seu projecto de governação apresentado em Julho último, a UNITA, segunda força política do país com 32 deputados no Parlamento que cessou mandato, contempla, entre outros, apoio condicional aos antigos combatentes e veteranos da pátria e as pessoas com deficiência, esperando criar um governo inclusivo e participativo.

Concorrem para as eleições seis formações políticas, nomeadamente a UNITA, MPLA, PRS, CASA-CE, FNLA e APN.

Leia também
  • 17/08/2017 22:51:37

    Eleições/2017: Reemitidos mais de 600 cartões de eleitor na Chibia

    Chibia - Pelo menos 672 cartões de eleitores foram reemitidos, no município da Chibia, sul da Huíla, no âmbito do processo de remissão em curso no país desde 19 de Maio, no quadro das eleições de 23 do mês em curso.

  • 17/08/2017 22:47:02

    Eleições/2017: MPLA quer contributo da comunidade académica

    Huambo - O MPLA solicitou hoje o apoio da comunidade académica para tornar, após triunfo nas urnas, a província do Huambo numa importante plataforma de desenvolvimento económico-social competitiva e sustentável, através do fomento da agro-indústria e do turismo.

  • 17/08/2017 22:30:26

    Eleições/2017: Juventude manifesta prontidão para exercício do voto

    Ondjiva - A juventude que participa pela primeira vez nas eleições gerais em Angola, residentes na cidade de Ondjiva, província do Cunene, manifestou, nesta quinta-feira, a expectativa de participar activamente do pleito eleitoral do próximo dia 23 de Agosto.

  • 17/08/2017 22:29:27

    Eleições/2017: MPLA na Chibia contra "provocações"

    Chibia - O primeiro-secretário do MPLA na Chibia, João Tchapinga Tchitocota, apelou aos militantes do seu partido a "não responderam à provocações"de adeptos afectos a outros partidos, para se evitar situações que possam manchar o processo eleitoral.